Releases
03/04/2018 16:02

Farmacologia é tema do 2º Encontro Científico de Geriatria do Hospital Santa Cruz em abril


(DINO - 03 abr, 2018) - Um dos hospitais pioneiros no Brasil no atendimento aos idosos, o Hospital Santa Cruz (HSC) abre um espaço importante para a troca de conhecimento e o debate de procedimentos terapêuticos preventivos, cuidados e tratamentos para manter a saúde e o bem-estar das pessoas com mais de 60 anos, consideradas idosas no Brasil. Promovido pelo Núcleo de Geriatria do HSC, os encontros acontecem mensalmente, das 19h às 20h, no hospital. O segundo encontro acontecerá na terça-feira, 03 de abril, e o tema abordado será "Farmacologia: o que o idoso tem de peculiar?", apresentado pela Dra. Juliana Pastorelli, da equipe de Geriatria do HSC. O evento é aberto aos profissionais do hospital, médicos e enfermeiros, e para a comunidade de saúde em geral. Para a coordenadora do Núcleo de Geriatria, Dra. Sumika Mori Lin, os encontros nasceram da necessidade de multiplicar o conhecimento e peculiaridades no tratamento ao idoso, além de promover ações que ampliem e intensifiquem os cuidados preventivos. "Nos encontros, que acontecerão até dezembro, abordaremos diversos assuntos pertinentes à área. Acreditamos ser fundamental integrar os atendimentos dos profissionais de saúde, qualquer que seja sua especialidade e função, para que as pessoas com mais de 60 anos possam ser acolhidas e atendidas de forma cada vez mais eficiente e preventiva", afirma. Pesquisa recente do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística - IBGE, que registrou uma estimativa populacional de 207 milhões no Brasil, em 2017, apontou um crescimento de 50% de pessoas acima de 60 anos na última década. De 17 milhões, em 2007, para R$ 26 milhões em 2017, com previsão de chegar a 37 milhões de idosos daqui dez anos. Segundo Dra. Sumika Lin, esse crescimento, também percebido em outros países, deve estimular a população brasileira a fazer um planejamento para viver bem na idade mais madura. "Precisamos criar uma cultura de saúde e bem-estar na maturidade. O brasileiro não tem o hábito de planejar e se prevenir. É preciso adotar hábitos mais saudáveis, atitudes preventivas e cuidar-se desde cedo, para que se possa chegar aos 80 e 90 anos de modo em boas condições física, mental e psicológica", acrescenta. Alguns dos temas abordados nos encontros científicos da equipe de Geriatria do Hospital Santa Cruz: 'Cuidados Paliativos: tratamento da dor, controle de sintomas, técnicas de conversação'; 'Síndrome de Fragilidade: aspectos farmacológicos, aspectos nutricionais e instrumentos diagnósticos'; 'Atenção primária à saúde: prevenções e exames, estilo de vida e envelhecimento'; 'Oncogeriatria: peculiaridades do tratamento do paciente idoso' e 'Atualizações terapêuticas'.

Copyright © 2021 - Todos os direitos reservados para o Grupo Estado.

As notícias e cotações deste site possuem delay de 15 minutos.
Termos de uso
Inscreva-se!
Receba no seu email newsletters e informações sobre nossos produtos