Releases
15/04/2019 16:19

Com operação integrada, exchanges do Grupo Bitcoin Banco aumentam faturamento em 14 vezes


São Paulo, SP--(DINO - 15 abr, 2019) -
O volume de negociações da NegocieCoins e TemBTC, corretoras de criptomoedas do Grupo Bitcoin Banco (GBB), disparou desde a implantação da plataforma de segurança FortKnox, que permite a transferência de fundos em reais diretamente entre as exchanges, sem depender do sistema bancário tradicional. Isso propiciou a realização de operações 24 horas por dia. Juntas, elas geraram faturamento bruto, em março, de mais de R$ 182 milhões, 14 vezes mais do que o volume médio de janeiro e fevereiro. Os dados foram revelados na Conferência Universo Bitcoin, promovida pelo GBB e que reuniu 550 pessoas no Hotel Unique, em São Paulo, durante dez horas de palestras e debates.

“Esta edição é a primeira de um evento que vamos promover anualmente e serviu para mostrar o potencial que existe em matéria de educação sobre criptomoedas. Hoje a gente deu o primeiro passo para começar a fazer uma conscientização profissional sobre o assunto”, afirmou Cláudio Oliveira, presidente da CLO Investimentos, empresa controladora do Grupo Bitcoin Banco.

Oliveira abriu o evento apresentando ao público a filosofia de trabalho do grupo, que reúne as exchanges NegocieCoins, TemBTC e BatExchange, além do pioneiro Bitcoin Banco – que tem uma agência física em Curitiba e outra em São Paulo.

Para a palestra magna da conferência, Oliveira convidou o economista Ricardo Amorim, que falou sobre o novo ciclo de aquecimento do mercado de criptomoedas iniciado há algumas semanas. Para Amorim, os criptoativos ainda estão “baratíssimos” e representam um desafio para o qual vale a pena olhar não apenas como investimento.

“O mundo vai mudar muito, e eu não tenho dúvidas de que as criptomoedas vão ter um papel muito importante nessa história como instrumento de transação e de reserva de valor, no momento em que os preços ficarem mais estáveis”, sublinhou o economista, que é um dos mais influentes do Brasil.

“De uma semana para cá houve uma alta significativa no preço do Bitcoin. Pode cair? Pode. Pode subir mais? Pode. A gente só vai saber depois. Nunca queira pegar na mosca, que a chance de acertar isso beira a zero. Se acertar, o que acontece por mera sorte, em sequência você normalmente perde muito dinheiro, porque fica muito autoconfiante e faz muita bobagem”, aconselhou o economista, empreendedor e apresentador do Manhattan Connection, ao comparar o comportamento do investidor em cripto ao de qualquer investidor em ativo de risco.

Grupo Bitcoin Banco lidera mercado cripto do Brasil

Em dois anos de atividade, o GBB se tornou líder absoluto do mercado brasileiro de moedas digitais, com as corretoras NegocieCoins e TemBTC. A NegocieCoins é hoje a 28ª colocada no ranking Top 50 mundial da CoinMarketCap. Juntas, as duas corretoras de criptomoedas geraram faturamento bruto, em março, de mais de R$ 182 milhões e detêm mais de 90% do mercado brasileiro de criptomoedas.

O volume de negociações das exchanges disparou desde a implantação da plataforma de segurança FortKnox, que permite a transferência de fundos em reais diretamente entre as exchanges, sem depender do sistema bancário tradicional. Isso propiciou a realização de operações 24 horas por dia. Além disso, com a FortKnox, a operação é feita de maneira ainda mais ágil e sem o pagamento de TED, a taxa de transferência bancária. Nesse caso, há apenas a taxa de retirada de 0,5%.

A possibilidade, que surgiu de forma inédita no Brasil, atraiu novos investidores e traders para as duas exchanges.
“A moeda oscila, então os trades conseguem ter lucro mesmo fora do horário comercial”, explica Ibraim Mansur Neto, diretor de tecnologia da CLO Investimentos, controladora do Grupo Bitcoin Banco, sobre a plataforma inovadora criada pela área de pesquisa e desenvolvimento, que acelerou os negócios interexchanges e despertou muita curiosidade entre as centenas de participantes do Universo Bitcoin.

Com a FortKnox, a operação é feita de maneira ainda mais ágil e sem o pagamento de TED, a taxa de transferência bancária. Nesse caso, há apenas a taxa de retirada de 0,5%.

Universo Bitcoin: ambiente para networking e aprendizado

Com ambientação futurista, o Universo Bitcoin foi dividida entre a sala de conferência em formato de arena, concebida para promover a máxima interação entre os participantes, e ambientes confortáveis com mesas privativas para o networking.

Durante todo o evento, o empresário Claudio Oliveira liderou diversas reuniões e conversas com os participantes, assim como os demais membros da direção do GBB presentes. Rodrigo Dash, youtuber do Canal Dash Dinheiro Digital, foi o mestre de cerimônias que conduziu o Universo Bitcoin de maneira descontraída e bem-humorada.

Além de Amorim, uma das palestras que mais atraiu a atenção do público foi a de Marcus Vinicius Gomes, líder técnico da CLO Investimentos, responsável pelo desenvolvimento da FortKnox, que permitiu transferir fundos diretamente entre as exchanges.

Gomes falou sobre as motivações da criação da plataforma. “Queríamos facilitar a integração de todas as redes que existem, sem dificuldade. Como a gente faz isso quando se tem muitas redes, muitas moedas, taxas, protocolos e tecnologias diferenciadas? Pegamos algo que era totalmente descentralizado e centralizamos, alinhando cada uma das redes”, explica.

Outros nomes de peso que compuseram o time de palestrantes foram Fausto de Arruda Botelho, CEO da Enfoque, empresa pioneira no Brasil na divulgação de cotações e gráficos das principais criptomoedas; Rafael Steinfeld, advogado e CEO da Bitwolf, e Vô Epaminondas, responsável pelo primeiro canal tokenizado do YouTube, o Epaminondas Bitcoin, que tem como principal objetivo o ensino e divulgação das criptomoedas.



Website: https://www.negociecoins.com.br/

Copyright © 2019 - Todos os direitos reservados para o Grupo Estado.

As notícias e cotações deste site possuem delay de 15 minutos.
Termos de uso
Inscreva-se!
Receba no seu email newsletters e informações sobre nossos produtos