Releases
29/10/2018 17:52

Halloween: uso de lentes coloridas exige cuidados


Brasília - DF--(DINO - 29 out, 2018) - Comemorado no dia 31 de outubro em muitos países, o Halloween está se tornando cada vez mais popular no Brasil. Para quem decide entrar na brincadeira, a escolha da fantasia é uma diversão à parte, já que a festa pede criatividade e ousadia na produção. No entanto, na hora de montar o look, é importante ficar atento à saúde dos olhos para a brincadeira não ficar realmente assustadora e resultar em alergias, coceira, ardência, inflamações nas pálpebras, conjuntivite e até cegueira.

Lentes de contato coloridas, por exemplo, não são simples acessórios do figurino para causar impacto. Elas precisam ser levadas a sério e só devem ser adquiridas com receita médica. "No Halloween, as pessoas ficam mais dispostas a usar as lentes de contato coloridas como acessórios das fantasias, mas é preciso lembrar que, mesmo utilizadas por um período curto, é fundamental um exame oftalmológico", alerta o Dr. Guilherme Rocha, médico do Hospital Oftalmológico de Brasília (HOB), empresa do grupo Opty.

O especialista adverte que os cuidados com esses produtos devem ser os mesmos das lentes tradicionais. Sem o manuseio adequado e limpeza, elas podem acumular bactérias e fungos, causar alergias e até infecções na córnea. "Além disso, deve-se ficar atento à procedência, data de validade e outros cuidados básicos, como armazenamento, higiene, orientação correta sobre como colocar as lentes e lembrar que é um produto individual, que não deve ser compartilhado. Pessoas com algum tipo de alergia, infecção, doença ocular ou baixa produção lacrimal devem evitar sua utilização", ressalta.

Assim como as lentes de contato, é fundamental lembrar que os itens da maquiagem devem ser individuais, pois há boa chance de bactérias e vírus levarem à conjuntivite. "Não compartilhar produtos como lápis delineadores, pincéis e máscara de cílios é uma dica importante, já que eles podem transmitir alguma doença", explica o oftalmologista, que alerta ainda para o uso moderado dos cosméticos. "E como nessas festas as pessoas transpiram mais, essas substâncias podem escorrer diretamente para os olhos, causando irritações, reações alérgicas, coceira e inflamação nas pálpebras", afirma ele.

Para evitar o desconforto, o oftalmologista alerta que cuidados simples são importantes, como usar produtos hipoalergênicos e específicos para a área dos olhos. "Os hipoalergênicos, por exemplo, são ótimas opções para aqueles que têm maior sensibilidade na região ocular. Além disso, é importante observar a validade do produto, já que artigos vencidos normalmente contêm micro-organismos que podem atingir a mucosa ocular e trazer complicações. Qualquer mudança na aparência, cor, cheiro e textura também é um sinal de que algo está errado com a maquiagem", orienta Rocha

Para as crianças menores de sete anos, a recomendação médica é de não usar maquiagem. "E lembrem-se: seja na utilização das lentes ou maquiagem, se houver sinais de irritação, vermelhidão ou qualquer alteração ocular, o melhor é procurar um especialista o quanto antes", afirma Guilherme Rocha.

Sobre o Opty
Anteriormente chamado de Hospital de Olhos do Brasil (HOBrasil), o Grupo Opty nasceu em abril de 2016 a partir da união de médicos oftalmologistas e do fundo de investimento Pátria, dando origem a um negócio pioneiro no setor oftalmológico do Brasil. O grupo aplica um novo modelo de gestão associativa que permite ampliar o poder de negociação, o ganho em escala e o acesso às tecnologias de alto custo, preservando a execução da oftalmologia humanizada e oferecendo tratamentos e serviços de última geração em diferentes regiões do País. No formato, o médico mantém sua participação nas decisões estratégicas, mantendo o foco no exercício da medicina

Atualmente, o Grupo Opty é o maior grupo de oftalmologia da América Latina, agregando oito empresas oftalmológicas, 1400 colaboradores e 400 médicos oftalmologistas. O Instituto de Olhos Freitas (BA), o DayHORC (BA), o Instituto de Olhos Villas (BA), o Hospital Oftalmológico de Brasília, o Grupo INOB (DF), o Hospital de Olhos Santa Luzia (AL), o Hospital de Olhos Sadalla Amin Ghanem (SC) e o HCLOE (SP) fazem parte dos associados, resultando em 19 unidades de atendimento.


Website: http://www.hobr.com.br

Copyright © 2020 - Todos os direitos reservados para o Grupo Estado.

As notícias e cotações deste site possuem delay de 15 minutos.
Termos de uso
Inscreva-se!
Receba no seu email newsletters e informações sobre nossos produtos