Releases
10/08/2017 14:00

Cinco dicas para fazer seu crédito consignado render mais


Guarulhos/SP--(DINO - 10 ago, 2017) - O crédito consignado é uma ótima opção para quem tem carteira assinada, é pensionista do INSS ou servidor público e precisa colocar o orçamento em ordem, mas está com problemas de caixa ou com o nome sujo. Isso porque ele oferece taxas de juros muito mais baixas do que as praticadas pelos cartões de crédito ou cheque especial, além de oferecer facilidades como a parcela ser descontada direto na folha de pagamento ? ou no benefício ? e com prazos maiores para pagamento.

O Grupo Ouro Cred, especialista em crédito consignado há quase vinte anos, compartilha cinco dicas que farão o seu crédito consignado render além das facilidades que ele oferece, leia abaixo:

1. Antes de tudo, planeje

O primeiro passo é planejar, antes de buscar um empréstimo do tipo crédito consignado. Seja qual for a sua urgência como contas apertadas ou o desejo de realizar um sonho ? como a compra de um carro, por exemplo ? planeje antes de qualquer coisa. Afinal, é um compromisso financeiro que você está assumindo e por um tempo seu orçamento ficará reduzido. Por isso, planeje-se para esse período.

2. Pague suas contas primeiro

Utilize o crédito consignado para se livrar de contas parceladas no cheque especial ou cartão de crédito. Devido às taxas do crédito consignado serem muito menores, você consegue fazer uma boa economia e pensar em formas de investir seu dinheiro e conseguir maiores rendimentos ao invés de comprometer o orçamento doméstico com dívidas de juros altíssimas.

3. Conheça muito bem suas contas

Antes de pensar em fazer um compromisso financeiro, é preciso conhecer muito bem todas as suas contas. Faça um levantamento dos seus custos fixos, custos variáveis e também quanto de receita você tem, ou seja, seu salário. Lembre-se que o crédito consignado não pode comprometer mais do que 30% da sua renda e mesmo assim, você terá 70% do seu salário para o seu orçamento doméstico.

Se você perceber que as contas estão ficando apertadas e não vai conseguir honrar com o empréstimo, solicite uma renegociação. Entretanto, evite fazer um financiamento em longo prazo, pois se você for demitido, por exemplo, a dívida poderá ter que ser paga de uma vez só.

4. Valorize o dinheiro extra

Se entrar um dinheiro que você não estava esperando, não gaste! Utilize essa renda extra para quitar o empréstimo e se livrar dos juros. Valores como o de férias, bônus e décimo terceiro também podem ser utilizados para isso. Mais uma vez, planeje-se para isso.

5. Atenção redobrada com favores para terceiros

Por mais bem intencionado que possa ser o empréstimo do seu nome para parentes ou amigos, também pode ser muito perigoso. Afinal, sempre há o risco de descontrole financeiro, de que essa pessoa não consiga arcar com o compromisso de pagar o empréstimo e que você fique no prejuízo.

A melhor coisa que você pode fazer é auxiliar essa pessoa a fazer um crédito consignado no próprio nome, pois até mesmo pessoas com o "nome sujo" na praça conseguem um empréstimo, só precisam ter carteira assinada. Se o motivo for a falta da carteira, ajude essa pessoa a conseguir um trabalho, ensine-a sobre planejamento. Mas, em nenhuma hipótese, faça esse tipo de "favor", pois o prejudicado será somente você.

Website: http://www.grupoourocred.com.br

Copyright © 2022 - Todos os direitos reservados para o Grupo Estado.

As notícias e cotações deste site possuem delay de 15 minutos.
Termos de uso
Siga nossas redes: