Releases
20/03/2018 09:47

Falta de informação é uma das maiores causas de obesidade no Brasil


São Paulo--(DINO - 20 mar, 2018) - Nos últimos dez anos a obesidade cresceu 60% no Brasil. Os dados são claros, o povo brasileiro está cada vez mais doente. A epidemia de obesidade tem aumentado muito os gastos com saúde pública e enchido os cofres das indústrias farmacêuticas e alimentícias.

Falta informação de qualidade a população, e muitas pessoas ficam perdidas ao buscaram dicas soltas na web ao tentar emagrecer.

Nós entrevistamos a nutricionista e especialista em alimentos Angela Faustin, autora do programa de emagrecimento Mania Detox e ela diz: "Em meus 14 anos de experiência na área e estudos fora do país, eu analisei de perto os hábitos alimentícios da povo brasileiro, as pessoas mal perceberam mas, cada vez mais os produtos ultraprocessados tem entrado nos mercados e nas mesas de nossa casas - enquanto os países desenvolvidos tem mudado essa ideia sobre alimentos processados, o brasileiro tem recebido e englobado essa má alimentação cada vez mais em sua cultura".

Ela afirma também que esses dados são preocupantes porque cada vez mais as crianças e jovens tem se tornado obesos - "O problema da obesidade é que ela desencadeia uma série de doenças, como problemas de circulação, artrose, problemas cardíacos e câncer. Muitas crianças já vivem com dores de adultos, e se isso não for mudado teremos muitos adultos morrendo cedo e sofrendo com problemas de saúde".

A indústria alimentícia se beneficia muito da falta de informação dos brasileiros, a nutricionista diz: "As empresas vendem alimentos taxados de "light" sem nenhuma fiscalização, muitos possuem sódio, açúcares e aditivos químicos em excesso. As pessoas compram achando que estão fazendo bem a si mesmas, mas só enriquecendo grandes corporações e acumulando gorduras e toxinas em seu organismo".

Por sua vez a indústria farmacêutica também tem se beneficiado cada vez mais com essa epidemia de obesidade no Brasil, algumas pesquisas revelam que a indústria farmacêutica tem lucrado 86,5 bilhões de reais por ano com a venda de medicamentos, e a maioria são para problemas relacionados ao sobrepeso.

Angela diz "Muitas pessoas sentem dores e não questionam o porquê de estarem sentindo isso, muitas fazem uma busca rápida na internet e decidem sem a ajuda de um especialista o que tomar. As farmácias por sua vez, vendem os remédios sem dificuldade nenhuma. Esses remédios possuem toxinas que vão se acumulando no organismo das pessoas dia após dia".

E assim como as pessoas buscam nomes de remédios na internet, ainda há uma busca excessiva pelo tema de emagrecimento, Angela diz: "A maioria da população não tem consciência sobre os riscos de fazer dietas da moda ou restritivas, muitas pegam dicas soltas na internet, mas logo são surpreendidas com o efeito sanfona, retornando os quilos perdidos com dietas malucas".

E perguntamos a nutricionista qual seria a solução para este problema de saúde pública, ela afirma: "As grandes indústrias não irão medir seus esforços para lucrar mais, portanto devemos ter uma consciência dos males que os medicamentos e alimentos processados trazem ao nosso organismo por nós mesmos e pela saúde de nossos filhos".

Após anos de estudos e experiência a Angela desenvolveu um programa de emagrecimento online onde ela ajuda suas participantes a reconhecer os erros na alimentação, a mudar os hábitos, emagrecer com saúde e a se manter no peso certo evitando o efeito sanfona.

Pedimos para que ela nos dissesse como emagrecer com qualidade. Ela disse: "Hoje em dia existem muitas opções de programas baratos na internet, mas ressalto: não confiem em dicas soltas na internet, pílulas milagrosas de emagrecimento, esqueça as dietas restritivas e malucas, opte por programas alimentares que visam a utilização de alimentos naturais balanceados e ensinem a manter uma vida longa e saudável e não deixe de consultar o seu médico".

Para saber mais sobre o programa da Nutricionista Angela e as pessoas que ela tem ajudado a emagrecer com sucesso, basta buscar Mania Detox Angela Faustin em seu navegador.

Angela é formada Nutrição pela Universidade Tuiuti do Paraná, Curitiba/PR (2016).
É graduada em Tecnologia em Alimentos pela Universidade Tenológica Federal do Paraná, Ponta Grossa/PR (2007).
Pós-graduada em Nutrição-Qualidade de Alimentos, CBES, Curitiba/PR (2012). Possui experiência em Pesquisa e Desenvolvimento de Produtos Alimentícios (P&D) na área de Nutrição-Ciência e Tecnologia de Alimentos.

Informações de Contato:
Nutricionista Dra. Angela Faustin CRN-8 11109
E-mail: suporte@maniadetox.com.br
WhatsApp: (043) 99116-1294


Website: https://maniadetox.com.br/

Copyright © 2020 - Todos os direitos reservados para o Grupo Estado.

As notícias e cotações deste site possuem delay de 15 minutos.
Termos de uso
Inscreva-se!
Receba no seu email newsletters e informações sobre nossos produtos