Releases
17/05/2018 18:40

Jantar às cegas: nova proposta de degustação no Rio de Janeiro


RIO DE JANEIRO--(DINO - 17 mai, 2018) -
O ramo de gastronomia vem a cada dia mais ganhando notoriedade no Brasil, provavelmente por contribuição de programas de TV com chefs renomados, reality shows. Para se ter uma ideia, de  acordo com dados do IBGE, o brasileiro gasta cerca de 25% de sua renda com alimentação fora do lar. A Associação de Bares e Restaurantes (ABRASEL) estima que o setor represente, hoje, 2,7% do PIB brasileiro. Já a Associação Brasileira das Indústrias da Alimentação (ABIA) destaca que o setor tem crescido a uma média anual de 14,2%.

O setor não para de apresentar novidades. Uma delas é degustar um prato em que o consumidor não faz ideia do que é servido, um desafio para testar as papilas. Este é o conceito do "Jantar às Cegas" . Com os olhos vendados, as pessoas degustam o banquete e acabam tendo sensações surpreendentes por não saberem quais são os ingredientes da comida.  Na proposta, a história de comer com os olhos não tem vez.  

Os jantares no escuro existem há quase 20 anos.  Quem começou com esta proposta foi o restaurante Blindekuh, de Zurique, na Suíça. Depois disso fez sucesso, principalmente em bistrôs e restaurantes de Paris, Nova York, Londres, Moscou, Pequim e Barcelona. 

Thuany Côrrea, de 23 anos, que comanda junto com os pais o Marcia Buffet, sucesso há 20 anos, agora está levando para seus clientes  esta nova sensação gastronômica. O cliente não escolhe o que comer. Somente avisa se tem alguma alergia alimentar.  "O conceito do jantar é despertar o paladar, já que no escuro as percepções aumentam. Dessa forma, as pessoas prestam mais atenção aos sabores e texturas dos pratos. Algo pouco comum com a correria do dia a dia", diz Thuany. 

Buffet é sucesso em todas classes sociais

É possível uma empresa preparar os mais luxuosos buffets, fazendo sucesso no mercado e ao mesmo tempo fornecer refeições coletivas mais baratas? Para Thuany isso é possível. 

Há mais de dois anos trabalhando no Marcia Buffet, Thuany deu um choque de gestão na empresa. A jovem diz que a vocação para os negócios veio da necessidade.

“Queria fazer algo para ajudar na empresa, os meus pais, ter o meu dinheiro, minha independência e querer ser ainda mais reconhecida no mercado”, disse.

Nos eventos e cerimônias, a empresa oferece aos seus clientes o que há de melhor no mercado gastronômico. Tanto que já realizou a festa de diversos famosos e blogueiros.

Corrêa diz que nunca sofreu preconceito em nenhum dos públicos que atende por conta desta diversificação do cardápio.

“Sempre soube me colocar e atender qualquer público com a mesma qualidade só que de maneiras diferentes”, revela a jovem que acredita que mesmo o prato mais básico pode ter um toque refinado:

“Para mim, o simples se torna luxo em questão de segundos. Basta ter criatividade”.

http://www.mb1buffet.com.br/

Copyright © 2020 - Todos os direitos reservados para o Grupo Estado.

As notícias e cotações deste site possuem delay de 15 minutos.
Termos de uso
Inscreva-se!
Receba no seu email newsletters e informações sobre nossos produtos