Releases
11/04/2018 16:26

Uma mulher quase igual a todas as outras


Niterói, Rio de Janeiro--(DINO - 11 abr, 2018) - Talvez a grande diferença entre Aline e a grande maioria das mulheres, ou mesmo homens com quem convivemos esteja na capacidade de enxergar o melhor em cada acontecimento. Sim, absolutamente resiliente, tendo perdido o pai muito jovem, carregando algumas graves decepções no amor, praticamente sozinha tendo que cuidar de um filho pequeno e outro, recém-nascido, com síndrome de down, hoje com sete anos, ela consegue enxergar o lado positivo de tudo que lhe acontece.

Ao se perceber assim, de peito aberto e encarando a vida positivamente, ela se viu quase que obrigada a levar sua maneira de entender as circunstâncias aos outros. Criou canais em redes sociais e um site, onde publica sua história, cotidiano e reflexões, com o objetivo de ajudar a outras pessoas que estejam passando por períodos de dificuldade e sem conseguir buscar o fim do túnel, onde, com certeza, existe a luz.

Na página inicial de seu site há o seguinte texto: "transformar dor em alegria, lágrimas em sorrisos, quedas em conquistas. Quero você comigo! Respire fundo e vamos juntos tentar compreender o que anda acontecendo nesse mundo afora". "Procuro enxergar o lado bom das pessoas e dos acontecimentos, porque isso traz leveza a vida. É o que tento mostrar aos que me cercam e, hoje, na internet, a quem passar pelas minhas redes sociais ou site". Diz Aline explicando o porquê de ter criado tais canais.

Kaneco encerra o bate-papo convidando todos a visitarem seu site (alinekaneco.com), participarem de suas redes sociais e convidando-a para palestras, atividade que tem a maior satisfação e prazer em realizar.

Website: http://www.alinekaneco.com

Copyright © 2021 - Todos os direitos reservados para o Grupo Estado.

As notícias e cotações deste site possuem delay de 15 minutos.
Termos de uso
Inscreva-se!
Receba no seu email newsletters e informações sobre nossos produtos