Releases
15/04/2019 14:14

Plataforma de Jornalismo Colaborativo completa cinco anos e destaca resultado positivo no primeiro trimestre de 2019


Patos de Minas, MG--(DINO - 15 abr, 2019) -
Os grupos de WhatsApp não servem apenas para bater papo com amigos e reunir membros de uma família para compartilhar imagens de "bom dia". Alguns sonhos também começam por lá, e foi assim que nasceu o 1News Brasil.

Em 2014, um grupo de jovens e adultos, que sonhava em ganhar a vida pela internet, deu início a um projeto desafiador: criar um portal de notícias que tivesse alcance mundial. Insatisfeitos com os resultados e as novas políticas adotadas pela empresa em que trabalhavam, o desejo de caminhar com as próprias pernas aumentou; e foi o que era preciso para dar início à plataforma que hoje conta com mais de 600 colaboradores e parceiros.

"A ideia principal foi criar um sistema participativo, derivado do Jornalismo Colaborativo, que permitisse que pessoas que gostam de escrever, com formação em Jornalismo ou não, expressassem sua visão sobre os mais variados acontecimentos nacionais e internacionais", destaca Nellysson Silva, gestor comercial da plataforma.

A estratégia de aplicar a força de trabalho em um projeto próprio, com conteúdo elaborado pelo redator, autonomia e responsabilidade, funcionou. Logo no primeiro mês de operação, apenas com 10 usuários, o resultado foi inacreditável, mostrando o grande potencial do negócio.

CRESCIMENTO E EXPANSÃO

O 1News Brasil começou limitado às redes sociais. Em outubro de 2015, o site passou a fazer parte do Google News, mecanismo que facilita a visualização de notícias no buscador mais utilizado do mundo.  O 1News Brasil começou a se popularizar em 2016, dois anos após o início da operação. Além disso, o seu conteúdo foi referência em diversos programas de TV e sites.

“Lembro com carinho do dia em que a gente começou a subir no ranking dos mais acessados do Brasil, ressalta Bruno Araújo, gestor de apuração e resultados da i7 Network.

Um dos primeiros redatores convidados a participar do projeto foi Reginaldo Calegari, formado em Sistemas de Informação e pós-graduado em Projetos de T.I. "Trabalhar no 1News Brasil fez com que fosse despertada em mim uma grande paixão pela escrita e, graças a essa experiência maravilhosa, ingressei no curso de graduação em Letras - Português e Inglês", lembra o redator.

“Meu trabalho com a plataforma começou juntando a vontade de fazer jornalismo com a de ganhar uma renda extra. Amo trabalhar aqui", diz Rômulo Nogueira.

O modelo é simples: a plataforma repassa um percentual dos ganhos aos usuários, de acordo com a quantidade de acessos que cada notícia alcança. Ou seja, um valor mínimo é determinado para cada mil acessos.

Russel Morais também foi um dos primeiros utilizadores da plataforma e destaca a sua experiência ao longo desse período. “Aqui eu consegui finalmente encontrar uma plataforma que é ágil como a internet exige, responsável com o conteúdo e que respeita os redatores. É uma plataforma que cresce dia após dia justamente por este seu compromisso com a verdade.

PAUSA PARA REFORMULAÇÃO

A operação seguiu a todo vapor até setembro de 2017, quando houve uma mudança no algoritmo da Google e alguns sites perderam visibilidade no buscador. Em maio de 2018, um projeto que já estava engavetado há meses foi colocado em discussão e aprovado para ser colocado em prática.

A plataforma abriu as portas para influenciadores digitais, que possuem um grande número de seguidores nas redes sociais. Dessa forma, o negócio cresceu com os redatores produzindo conteúdo enquanto os divulgadores distribuem as matérias.

“Estou desde 2017 e é um dos melhores lugares onde já trabalhei na vida. A mudança de estratégia, adotada no ano passado, foi muito positiva para mim", enfatiza Diogo Marcondes, que é jornalista e atua como freelancer na plataforma.

“Durante 5 anos, trabalhei em uma plataforma concorrente. Há pouco mais de um ano, entrei na i7 e sempre cumpriu com o que promete", salienta Fernando Borges, jornalista com MBA em Marketing de Redes Sociais (Uerj e AVM) e colunista de entretenimento. 

UMA NOVA MARCA

Após três meses do novo modelo de negócio, a necessidade da criação de uma marca principal para desvincular o nome do site bateu à porta. Então a plataforma 1News Brasil virou i7 Network, e o antigo nome ficou em evidência apenas para o site que é o carro-chefe do negócio.

Com a nova estratégia traçada, um dos pilares de gestão da empresa sempre foi a responsabilidade financeira. Da mesma forma que a entrada de redatores sempre foi limitada à demanda financeira e estrutural, o mesmo acontece com os influencers, que passam por uma análise criteriosa da gestora da equipe de divulgadores, Monique Rossini. "A seleção é realizada pensando na capacidade que o influencer digital tem de fazer com que um conteúdo relevante se torne viral. Para ser um parceiro, é preciso estar alinhado com as regras da plataforma e das redes sociais", pontua a gestora.

Uma análise semelhante acontece para o ingresso de quem deseja produzir ou avaliar o conteúdo enviado para a plataforma. “Credibilidade é muito importante para qualquer negócio se manter no mercado. Então, os redatores que se candidatam precisam apresentar bom texto e capacidade de apuração das informações; além de estarem sempre cientes da responsabilidade de transmitir notícias para o nosso público”, destaca Mayra Michel, gestora das equipes de redatores e de moderação, que é jornalista e pós-graduada em Estratégia de Comunicação (PUC Minas).

PRIMEIRO TRIMESTRE DE 2019

O primeiro trimestre de 2019 marcou a trajetória da empresa, que atingiu a marca de 600 usuários ativos. Só nos três primeiros meses do ano, os sites da plataforma receberam mais de meio bilhão de acessos, agregando valor à marca, além de atrair ainda mais ofertas de anunciantes.

A expectativa é que, para os próximos meses do ano, os números cresçam ainda mais. Para que isso aconteça, a empresa já traçou dois objetivos. “Temos hoje mais de 700 usuários na lista de espera para ingressar na plataforma e desejamos que, até agosto deste ano, grande parte desses cadastros se tornem ativos e comecem a produzir e distribuir o nosso conteúdo. Além disso, temos um plano de expansão em andamento, o que nos permitirá atravessar fronteiras e iniciar a nossa operação na Europa em 2020”, finaliza Nellysson.



Website: https://i7.network

Copyright © 2019 - Todos os direitos reservados para o Grupo Estado.

As notícias e cotações deste site possuem delay de 15 minutos.
Termos de uso
Inscreva-se!
Receba no seu email newsletters e informações sobre nossos produtos