Releases
10/01/2018 12:18

Empreendimento em tecnologias continuam no Brasil e Drogarias Nissei investe em WMS


Santos-SP--(DINO - 10 jan, 2018) - Mesmo com a crise econômica e política, os investimentos na área tecnológica continuaram estáveis em 2017, é o que mostram os números divulgados pela FGV (Fundação Getulio Vargas), de acordo com a instituição, os investimentos das empresas em tecnologia alcançaram 7,6%, número semelhante aos anos anteriores. Ainda segundo a pesquisa, com 11% o segmento de serviço é o que mais investe em TI no Brasil, já na indústria a média de gastos é de 4,5%, enquanto no comércio o valor fica em 3,5%.

Uma das tecnologias procuradas pelas companhias no ano passado está o WMS (Warehouse Management System), que em português significa Sistema de Gerenciamento de Armazém. Solução bastante utilizada no mercado, essa ferramenta contribui para o gerenciamento de centros de distribuição de varejistas, atacadistas, distribuidores e operadores logísticos, com o objetivo de melhorar o armazenamento e a distribuição de mercadorias, reduzindo avarias, tempo e consequentemente custo.

Entre as empresas que empreenderam no último ano está a Drogarias Nissei, com sede localizada em Curitiba e mais de 250 lojas em diversas cidades do país, esse varejista farmacêutico investiu no WMS da Procfit. O projeto levou aproximadamente quatro meses e teve início com a etapa de planejamento, elaborada através do DNA (Diagnóstico de Necessidade e Anseios) e do mapeamento de processos, onde o sistema adapta ao cliente seus métodos e parametrizações, evitando a dependência excessiva de pessoas para o andamento das demandas. Além disso, foi realizada a revisão da árvore mercadológica unificada para compras, preço e análise de venda, o que reforçou a efetividade da implantação dessa solução.

Para implantar uma tecnologia, é preciso conhecer a cultura organizacional e entender quais caminhos devem ser seguidos. Após isso, o segundo passo é realizar o delineamento das atividades e mapear os riscos de todo o projeto. Na visão do vice-presidente da Procfit, Marcos Consoli, outros pontos também foram fundamentais para a implantação desse software na empresa curitibana, que pretende alcançar a marca de 500 lojas nos próximos anos.

"O comprometimento e o conhecimento dos envolvidos no projeto, somados ao planejamento elaborado de acordo com as características do cliente foram essenciais para o sucesso da implantação do WMS. Hoje a integração do faturamento acontece de maneira rápida e as regras do sistema ficaram claras para os usuários, facilitando todas as questões da gestão do armazém, eliminando as dificuldades com processos e tornando as metas de crescimento da Drogarias Nissei extremamente viáveis", afirma Consoli.

Ainda de acordo com Consoli, a empresa austríaca Knapp, que fornece uma solução voltada para a produtividade da Drogarias Nissei, fez parte de todo o projeto de implantação do Warehouse, não dificultando em nenhum momento a integração do WMS da Procfit ao sistema estrangeiro, o que também contribuiu positivamente para o êxito do projeto.

Website: http://www.procfit.com.br

Copyright © 2020 - Todos os direitos reservados para o Grupo Estado.

As notícias e cotações deste site possuem delay de 15 minutos.
Termos de uso
Inscreva-se!
Receba no seu email newsletters e informações sobre nossos produtos