Releases
28/03/2018 12:52

O Robô Dr. Wilson pretende salvar 20 mil crianças de até 5 anos nos próximos 36 meses


(DINO - 28 mar, 2018) - Grande parte das cidades pelo mundo estão à beira de rios, possuem em média cerca de 20 mil habitantes e não contam com infraestrutura de saneamento básico. A água coletada pelas casas, muitas vezes são provenientes de bombas que ficam próximas a saídas de esgoto a céu aberto. A água poluída também corre pelas ruas formando poças e desembocando em locais onde muitos vão se banhar. Enquanto os governos locais alegam não possuir engenheiros para realizar projetos de estação de tratamento de água e esgoto, o Dr. Wilson, que será o maior programa de aconselhamento para gestão de Águas & Cidades do planeta, terá o objetivo de capacitar cidadãos comuns para tomarem medidas que combatam a escassez de água urbana. Suportado por um Robô dotado de Inteligência Artificial e com processamento de linguagem natural, porém, com algoritmos e conhecimentos desenvolvidos pelos maiores especialistas mundiais sobre o tema, também irá fornecer uma série de incentivos e inovações técnicas para reduzir o consumo de água. O lançamento será ainda no primeiro semestre de 2018, na versão beta.O projeto encontra-se na etapa final e acordos comerciais com operadoras de telecomunicação que irão fornecer o tráfego de dados de forma gratuita estão sendo finalizados. O projeto já promete ser um sucesso, pois se levarmos em consideração os dados levantados pela ONU (Organização das Nações Unidas), cerca de 6 bilhões de pessoas em todo o mundo utilizam algum tipo de telefonia celular para se comunicar, ao mesmo tempo que apenas 4,5 bilhões têm acesso a banheiros ou latrinas, o que significa que 2,5 bilhões de pessoas, principalmente em áreas rurais, não têm saneamento básico adequado.Idealizado pelo empresário Mário Mendes o projeto é audacioso, a projeção é que nos primeiros 36 meses pós-lançamento da plataforma Dr. Wilson, 20 mil mortes de crianças até 5 anos serão evitadas.Mário Mendes explica: "Diarreias agudas podem ser evitadas mediante a cuidados tão básicos de higienes que a maioria das pessoas desconhece em grande parte do planeta, para isto, acesso à informação na palma das mãos é um passo crucial para a redução do impacto dessas enfermidades".Por Mario Mendes - Board of directors Olitel Brasil S/A, Add IT Solutions and Economic Community of West African States - ECCO BRAZIL

Copyright © 2022 - Todos os direitos reservados para o Grupo Estado.

As notícias e cotações deste site possuem delay de 15 minutos.
Termos de uso
Siga nossas redes: