Releases
27/07/2018 18:47

O que é Permacultura e como ela está mudando a agricultura e as pessoas


São Paulo, SP--(DINO - 27 jul, 2018) - A permacultura integra a terra, os recursos, as pessoas e o meio ambiente por meio de sinergias mutuamente benéficas - imitando os sistemas de ciclo fechado sem desperdícios vistos em diversos sistemas naturais.

É uma caixa de ferramentas multidisciplinar, incluindo agricultura, captação de água e hidrologia, energia, construção natural, silvicultura, gestão de resíduos, sistemas animais, aquicultura, tecnologia apropriada, economia e desenvolvimento comunitário.

Permacultura, de acordo com Bill Mollison, em Designer Permacultura Manual (18), pode ser definida como um projeto com consciência e a manutenção de ecossistemas agrícolas produtivos que possuem "diversidade, estabilidade e resiliência dos ecossistemas naturais".

A palavra surgiu do inglês "Permanent Agriculture" e foi criada por Bill Mollison e David Holmgren na década de 70 do século passado.
Os pilares da Permacultura
? Cuidar da terra
? Cuidar das pessoas
? Cuidar do Futuro

Ao mesmo tempo é uma integração entre paisagem e pessoas de maneira harmoniosa - de forma a fornecer alimento, energia e abrigo, além de necessidades do ser humano, de forma sustentável. Sem agricultura permanente, não há possibilidade de uma ordem social estável.

Permacultura como sistema

O design de permacultura é um sistema de montagem de componentes conceituais, materiais e estratégias em benefício à vida, em suas diferentes formas.

O conceito de permacultura é o de trabalhar com a natureza e não contra ela; com uma observação demorada e cuidadosa, em vez de uma ação prolongada e irrefletida; de visualizar sistemas e suas funções, ao invés de somente pedir um rendimento deles; também permitindo que os sistemas demonstrem suas evoluções.

Como a base da permacultura é um projeto benéfico, ela pode ser adicionada a todos os outros treinamentos e habilidades éticas, e tem o potencial de ocupar um lugar em todos os empreendimentos humanos.

Na paisagem ampla, no entanto, a permacultura concentra-se em áreas já assentadas e terras agrícolas. Quase todos eles precisam de reabilitação e reestruturações drásticas.

Um resultado certo do uso de nossas habilidades para integrar a oferta e o estabelecimento de alimentos, para captar a água de nossas áreas de telhado e para colocar nas redondezas uma área de floresta de combustível que receba desperdícios e suprimentos de energia, será libertar a maior parte do globo, além da reabilitação de sistemas naturais.

Estes nunca devem ser vistos como "de uso para as pessoas", exceto no sentido mais amplo da saúde global.

A Realidade

A verdadeira diferença entre um ecossistema cultivado (projetado) e um sistema natural é que a grande maioria das espécies (e biomassa) na ecologia cultivada é destinada ao uso de seres humanos ou de seus rebanhos.

Somos apenas uma pequena parte do conjunto total de espécies primitivas ou naturais, e apenas uma pequena parte de seus rendimentos está diretamente disponível para nós.

Mas em nossos próprios jardins, quase todas as plantas são selecionadas para fornecer ou suportar algum rendimento direto para as pessoas. O design das famílias está relacionado principalmente às necessidades das pessoas. É, assim, centrado no homem (antropocêntrico).

Esse é um objetivo válido para o projeto de assentamentos, mas também precisamos de uma ética centrada na natureza para a conservação da natureza.
Não podemos, porém, fazer muito pela natureza se não governarmos nossa ganância e se não suprirmos nossas necessidades de assentamentos existentes. Se conseguirmos atingir esse objetivo, poderemos nos retirar de boa parte da paisagem agrícola e permitir que os sistemas naturais floresçam.

Reciclagem de nutrientes e energia na natureza é uma função de muitas espécies. Nos nossos jardins, é nossa responsabilidade devolver os resíduos (via adubo ou cobertura morta) ao solo e às plantas. Quer saber mais sobre Adubação Verde, veja este artigo sobre o tema.
http://www.sitiopema.com.br/adubacao-verde-reduzir-custos-aumentar-produtividade/

Nós ativamente criamos solo em nossos jardins, enquanto na natureza muitas outras espécies realizam essa função.

Em torno de nossas casas, podemos pegar água para o uso do jardim, mas contamos com paisagens florestais naturais para fornecer as folhas e nuvens condensadoras para manter os rios correndo com água limpa, para manter a atmosfera global e bloquear nossos poluentes gasosos.

Assim, mesmo pessoas antropocêntricas seriam bem aconselhadas a prestar muita atenção e ajudar na conservação das florestas e espécies existentes e permitir-lhes um lugar para viver.

Permacultura como caminho

Nós abusamos da terra e devastamos os sistemas que nunca precisamos perturbar se tivéssemos frequentado nossas hortas e assentamentos. Se precisamos declarar um conjunto de ética nos sistemas naturais, que seja da seguinte forma:

? Oposição implacável e intransigente a mais perturbações de quaisquer florestas naturais remanescentes, onde a maioria das espécies ainda está em equilíbrio;
? Reabilitação vigorosa de sistemas naturais degradados e danificados para estados estáveis;
? Estabelecimento de sistemas de plantas para nosso próprio uso na menor quantidade de terra que podemos usar para nossa existência; e
? Estabelecimento de refúgios de plantas e animais para espécies raras ou ameaçadas.

A permacultura como um sistema de design lida principalmente com a terceira afirmação acima, mas todas as pessoas que agem com responsabilidade de fato assinam a primeira e a segunda afirmação. Acreditamos que devemos usar todas as espécies que precisamos ou podemos encontrar para nossos próprios projetos de assentamentos, desde que eles não sejam localmente desenfreados e invasivos.

De acordo com David Holmgren em Os Fundamentos da Permacultura, na medida em que as riquezas naturais diminuem, ainda que a permacultura se dê de forma complexa, a evolução da mesma, vai ser bastante adotada como forma de tentativa de se viver dentro de limites ecológicos. E, dessa forma, pode ser possível fazer com que ocorra em longo prazo, um reencontro entre natureza e cultura.

Website: http://www.sitiopema.com.br/

Copyright © 2020 - Todos os direitos reservados para o Grupo Estado.

As notícias e cotações deste site possuem delay de 15 minutos.
Termos de uso
Inscreva-se!
Receba no seu email newsletters e informações sobre nossos produtos