Releases
13/07/2017 10:08

Grupo Ouro Cred compartilha a regra de ouro para manter as contas em dia


Guarulhos/SP--(DINO - 13 jul, 2017) - Em épocas de desemprego e instabilidade econômica o grande desafio da maioria das pessoas é fazer os gastos caberem dentro da renda mensal e manter as contas em dia.

Neste cenário o Grupo Ouro Cred, especialista em crédito consignado, continua a compartilhar a experiência adquirida em quase 20 anos de atuação em um setor que pode ajudar as finanças pessoais.

Para a administração das finanças pessoais duas ações básicas devem ser executadas com determinação: parar de fechar o mês no vermelho, ou seja, ganhar mais do que gasta; a segunda, pensar e começar a guardar dinheiro.

Com estes dois passos realizados pode-se focar na regra de ouro, que consiste em organizar essas metas a partir dos 50-15-35. Você já ouviu falar sobre isto? Se ainda não conhece, acompanhe a explicação desta regra simples.

Os números 50-15-35 referem-se a três porcentagens às quais você destinará sua renda, dividida da seguinte maneira:

O primeiro grupo será de 50% da sua renda destinada para os gastos fixos e fundamentais, normalmente chamados de gastos fixos, que são todas as despesas que você precisa para se manter no dia a dia: moradia, educação, saúde, transporte e alimentação, por exemplo. Então, entram nesse grande grupo despesas, como: aluguel, conta de luz, gás, telefone, escola, passagem de ônibus, gasolina, aulas de idioma, convênio de saúde, remédios e supermercado.

O segundo item será os 15% para prioridades financeiras, no segundo grupo, que dependerão de como está a sua situação financeira: com ou sem dívida.

- Caso você esteja endividado, a prioridade será quitar essas dívidas. E, dependendo do tamanho da dívida, pode ser necessário comprometer mais do que 15% da sua renda.

- Se você não estiver endividado, sua prioridade financeira deve ser poupar 15% da sua renda por mês para seus objetivos de médio e longo prazo. Seu primeiro objetivo deve ser construir uma reserva para emergência, composta de três a seis salários. Assim, em caso de imprevistos, você não precisará recorrer ao cheque especial.

Por fim, o terceiro grupo, destinação de 35% da sua renda para manter seu estilo de vida. Resolvidos os gastos fundamentais e as prioridades financeiras, você fica livre para utilizar os outros 35% para manter seu estilo de vida, ou seja, os gastos não essenciais, que devem ser cortados em momentos de aperto, e que dão prazer. Como por exemplo: bares, restaurantes, festas, academia, salão de beleza, viagens, tv à cabo, assinaturas e compras.

A regra de ouro aqui é compreender que as despesas relacionadas ao seu estilo de vida devem vir só depois de você ter conseguido cuidar dos seus gastos fundamentais e das suas prioridades financeiras.

Além destas dicas, uma extra: mesmo que você esteja em uma situação de endividamento não entre em pânico, procure possibilidades de resolver esta situação. Uma delas é o crédito consignado, pois tem taxas de juros baixas, mais baixas do que as dos cartões de crédito e empréstimo pessoal; com parcelas suaves e prazo flexível, além de ser possível utilizar até 30% da renda para se livrar das dívidas, mesmo para quem tem o nome sujo na praça.

Website: http://www.grupoourocred.com.br

Copyright © 2021 - Todos os direitos reservados para o Grupo Estado.

As notícias e cotações deste site possuem delay de 15 minutos.
Termos de uso
Inscreva-se!
Receba no seu email newsletters e informações sobre nossos produtos