Releases
10/04/2019 12:34

Hipnose e Psicoterapia: como a hipnose pode ajudar as pessoas a superarem traumas e crenças limitantes


Rio de Janeiro--(DINO - 10 abr, 2019) - Em qualquer que seja o quadro, é de extrema importância identificar e procurar ajuda logo no início dos sintomas.

As psicoterapias tradicionais são conduzidas com objetivo de reduzir os sintomas, ajustando comportamentos e levando uma nova perspectiva da vida. Porém, na maioria dos casos, tratar sintomas não basta. Precisamos achar as causas para que o indivíduo não caia novamente nas mesmas armadilhas da mente. Neste quesito, entra a Hipnose. Com ela é possível revisitar eventos onde aconteceram registros traumáticos de emoções e sentimentos que de alguma forma ficaram mal registrados na mente desta pessoa.

O intuito é "ressignificar" a emoção mal registrada em um ou mais eventos ao longo da vida, para que esta emoção não cause mais a "pressão negativa" que ela causa. É como se uma terapia fosse feita no primeiro momento em que aquela emoção apareceu e foi vivida pelo paciente, e todos os demais eventos com a mesma emoção fossem achados e tratados, desde a primeira infância até o momento presente.

Todos os eventos vividos por nós, criam nossos valores e crenças mais profundos, presentes em nosso Subconsciente. Desta forma, se queremos mudar atitudes, comportamentos e pensamentos que nos limitam em alguma área da vida, é necessário olhar como fomos criados e como nossa mente armazenou informações ao longo da história, e que hoje impactam em nosso desenvolvimento emocional.

Quando identificamos uma crença limitante, temos a reação de buscar força de vontade em algum lugar para mudarmos, porém, esta força fica na mente consciente e depois de um certo tempo perde força. Toda força de vontade para uma mudança se esgota, e quando esgota, verificamos que ela não foi capaz de nos mudar, e sim, apenas melhorar algum sintoma por um certo tempo.

Mudanças em crenças limitantes são percebidas quando tratamos causas. Qual a causa de uma pessoa ser insegura, por exemplo?
Ela teve a figura do pai como exemplo de segurança ou foi abandonada pelo mesmo? Ela acreditou em alguém muito próximo na infância, mas esta pessoa desapareceu ou não cumpriu com promessas ? Ao longo da vida ela lidou com mais situações de abandono ou decepção com outras pessoas?

Estes são questionamentos que devem ser feitos e podem ser ressignificados com Hipnoterapia. Para complementar este trabalho, boas técnicas de Psicoterapia são importantes para que o efeito do tratamento seja mais permanente e satisfatório. De qualquer forma, independente do trabalho a ser desenvolvido pelo profissional, é muito interessante quando observamos trabalhos com investigação e resolução de causas que podem realmente transformar a vida do paciente de forma permanente.

Esse artigo autoral foi escrito pelo psicólogo Daniel Strucchi.

Daniel é psicólogo com Mestrado em Psicologia e Neurociência pela Universidade Europeia da Espanha e Diretor Clínico da PsiqueBuilder, Centro de Psicologia e Hipnoterapia localizada no Rio de Janeiro.

Website: https://psiquebuilder.com/

Copyright © 2019 - Todos os direitos reservados para o Grupo Estado.

As notícias e cotações deste site possuem delay de 15 minutos.
Termos de uso
Inscreva-se!
Receba no seu email newsletters e informações sobre nossos produtos