Releases
02/03/2018 11:49

Deputado Federal Antônio Goulart é eleito presidente do Conselho Deliberativo do Corinthians


São Paulo--(DINO - 02 mar, 2018) - O Deputado Federal Antônio Goulart é o novo presidente do Conselho Deliberativo do Corinthians. Goulart foi eleito no dia 27 de fevereiro representando a atual diretoria do Clube. Sua chapa recebeu 175 votos, contra 102 da oposição. Junto com Goulart como presidente, foram eleitos ainda o vice-presidente Ademir Benedito, o primeiro secretário Denis Piovezan e o segundo secretário Antônio Paulo de Souza.

Antes de sagrar-se presidente, Goulart trilhou uma memorável trajetória de amor e devoção ao Clube, e construiu uma história que envolve paixão, política e, é claro, muito Corinthians.

Em 1968, com 13 anos, Antônio Goulart saiu de Vargem Bonita, Minas Gerais, e veio morar em São Paulo. Ele e seus oito irmãos foram batalhar pela vida em Santo André. Mesmo mineiro e migrante, Goulart diz que sempre foi corintiano, e sua paixão foi aflorada por obra e graça do "Seu" Gino, assíduo frequentador do bar onde trabalhava.

Logo virou um devotado Gavião da Fiel, chegando a ser em 1987, vice-presidente desta que é a maior torcida organizada do mundo. Mais tarde, tornou-se empresário, político e merecidamente, conselheiro vitalício do Corinthians.

A paixão pela profissão foi se misturando à paixão pelo timão, e consequentemente, pelo espírito esportivo e toda transformação social que ele proporciona. São muitos os exemplos de pessoas que tiveram suas vidas mudadas graças ao esporte. Pessoas que fugiram das drogas, prosperaram na vida, concluíram os estudos e tiveram a oportunidade de dar a sonhada casa própria à família. Goulart, então vereador à época, decidiu trabalhar para multiplicar esses exemplos. "Nos tempos de adolescência, as únicas vacinas que tínhamos contra o pessimismo eram os domingos de futebol, às vezes assistindo, outras vezes jogando com os amigos quando o Corinthians não estava em campo. Eu queria oferecer a todos aquele refúgio de problemas, um lugar que irradiasse positividade e alegrias. Foi assim que comecei um trabalho de revitalização dos Clubes da Comunidade".

Goulart revitalizou mais de trinta CDCs, tornando-os maravilhosos centros esportivos públicos. Hoje, os espaços recebem, cada um, aproximadamente, 300 pessoas todo fim de semana. "Sempre que posso, apareço para inspecionar o local e acompanhar os 'pegapacapás' de domingo à tarde. Já pensou se pinta um novo Sócrates por lá?".

Mesmo sendo um corintiano declarado aos quatro ventos, ele diz que representa todos os torcedores, pois conhece bem as frustrações e dificuldades que passam. Um de seus Projetos de Lei (PL 181/2004) solicita a redução do valor dos ingressos cobrados nos eventos esportivos realizados nos estádios públicos do município de São Paulo. Para ele, não faz sentido o valor de entrada nos estádios particulares ser o mesmo que o cobrado nos públicos.

Goulart também fez sua fama de político corintiano valer na Câmara Municipal. Em nome do torcedor alvinegro, incluiu duas importantes datas ao Calendário Oficial de Eventos do Município da Cidade de São Paulo: "Dia da Independência Corintiana" - 04 de Julho. Em referência a data em que o time foi campeão inédito e invicto da Copa Libertadores da América, em 2012. E "Dia do Torcedor Corintiano" - 23 de Abril. Também comemorado o Dia de São Jorge, que simboliza o Sport Club Corinthians Paulista e toda a devoção de sua torcida. Além disso, ainda tentou alterar o nome da Avenida Radial Leste para "Avenida Corinthians", através do PL 06/2015.

Outro de seus feitos para o esporte, foi a criação do Museu do Futebol, nas dependências do Estádio do Pacaembu, em São Paulo. "O que seria do Brasil sem o futebol? Ou melhor, o que seria do futebol sem o Brasil? A gente sabe que futebol é uma vertente de arte. Pelo menos pra nós. É difícil achar outro povo que consiga transmitir a mesma intensidade acrobática, a mesma habilidade e criatividade! Fazemos com os pés o que ninguém conseguiria repetir nem mesmo com as mãos". Goulart defende que toda arte precisa ser contemplada, e por isso o futebol precisaria deste espaço em memória de sua história. Em pouco mais de dez anos, o Museu do Futebol já se tornou o segundo mais visitado da cidade. Recebeu, desde 2005, mais de 2,3 milhões de pessoas. Foi ainda um dos espaços mais visitados pelos turistas durante a Copa do Mundo de 2014.

Além do Museu do Futebol, propôs também a criação de outro espaço semelhante: o Museu do Troféu, que ficaria nas imediações do Autódromo de Interlagos. O projeto de Goulart destina-se a preservação da memória, da arte, do design e da história da premiação das competições esportivas realizadas no Autódromo de Interlagos, que desde 1940 é palco de grandes vitórias e marcos para o automobilismo mundial.

Goulart acredita que só o esporte é capaz de cuidar da integração, autoestima e saúde da sociedade de uma maneira conjunta, e hoje como Deputado Federal mantém os esforços. "Com o investimento ideal, em pouco tempo o esporte comprovará ser a ferramenta transformadora que realmente é", finaliza.


Website: http://deputadogoulart.com.br/

Copyright © 2020 - Todos os direitos reservados para o Grupo Estado.

As notícias e cotações deste site possuem delay de 15 minutos.
Termos de uso
Inscreva-se!
Receba no seu email newsletters e informações sobre nossos produtos