Releases
16/04/2018 18:06

Bancos reduzem taxa de juros para financiamento imobiliário com recursos da poupança


São Paulo, SP--(DINO - 16 abr, 2018) - Uma novidade está animando os interessados na compra de imóveis. No início deste mês, alguns dos principais bancos do país reduziram o valor da taxa de juros para quem realiza financiamento imobiliário utilizando os recursos da poupança.

O movimento de baixa dos juros foi iniciado pelo Santander e seguido por outras instituições privadas como Bradesco e Itaú, além do Banco do Brasil.

A Associação Brasileira das Entidades de Crédito Imobiliário e Poupança (Abecip) informou um aumento de 22% no uso da poupança para financiamento imobiliário nos primeiros meses de 2018. Alternativa aos programas tradicionais de financiamento disponibilizados pela Caixa Econômica Federal, que permite a utilização do valor disponível no FGTS, a poupança apresenta taxas abaixo dos 10%.

Outra novidade promete facilitar o financiamento da casa própria. A Caixa Econômica Federal anunciou no dia 16 de abril a redução da taxa de juros e o aumento no percentual de valor financiado para clientes que utilizam os recursos Sistema Brasileiro de Poupança e Empréstimo.

O banco subiu de 50% para 70% o percentual de financiamento de imóveis usados. Além disso, para financiamento através do Sistema Financeiro de Habitação, a taxa de juros foi reduzida de 10,25% ao ano para 9%. E de 11% para 10% ao ano os juros para quem optar utilizar o Sistema de Financiamento Imobiliário.

Diretor da Imobiliária Nova São Paulo, Rodrigo Falcão Vaz destaca o trabalho das imobiliárias na assessoria ao cliente que está em busca de um financiamento e desconhece as opções disponíveis no mercado: "Nós estruturamos um departamento especializado em assessoria para financiamento. Esse trabalho é gratuito e conta com profissionais especialistas no assunto, assim podemos orientar o cliente sobre as melhores opções que o mercado oferece, dentro dos recursos que ele possui", explica.

O movimento de queda dos juros pode ser um reflexo da retomada do poder de compra da população, que acontece a passos lentos, mas sinaliza bons ventos para o mercado, o que refletirá diretamente no bolso do cliente, que terá mais opções disponíveis para financiar e poderá negociar valores melhores.


Website: http://www.novasaopaulo.com.br

Copyright © 2018 - Todos os direitos reservados para o Grupo Estado.

As notícias e cotações deste site possuem delay de 15 minutos.
Termos de uso
Inscreva-se!
Receba no seu email newsletters e informações sobre nossos produtos