Releases
27/07/2018 17:12

Schlumberger anuncia os resultados do segundo trimestre de 2018


PARIS--(BUSINESS WIRE-DINO - 27 jul, 2018) -
A Schlumberger Limited (NYSE:SLB) comunicou hoje os resultados do segundo trimestre de 2018.

(em milhões, exceto por quantidade de ações)
Três meses encerrados em Alteração
30 de junho de 2018 31 de março de 2018 30 de junho de 2017 Sequencial Em relação ao ano anterior
Receita US$ 8.303 US$ 7.829 US$ 7.462 6%11%
Lucro operacional antes dos impostos US$ 1.094 US$ 974 US$ 950 12%15%
Margem operacional antes dos impostos 13,2% 12,4% 12,7% 75 bps45 bps
Lucro líquido - Base GAAP US$ 430 US$ 525 US$ (74) -18%n/s
Lucro líquido, excluindo encargos e créditos* US$ 594 US$ 525 US$ 488 13%22%
EPS diluído - Base GAAP US$ 0,31 US$ 0,38 US$ (0,05) -18%n/s
EPS diluído, excluindo encargos e créditos* US$ 0,43 US$ 0,38 US$ 0,35 13%23%
*Estas são medidas financeiras não GAAP. Consulte a seção abaixo intitulada "Encargos e créditos" para obter detalhes.
n/s = não significativo
O presidente e CEO da Schlumberger, Paal Kibsgaard, comentou, " O segundo trimestre foi ocupado e excitante para a Schlumberger uma vez que alcançamos diversos marcos importantes na preparação para a recuperação das atividades de alcance global que agora estão surgindo. Obtivemos crescimento impressionante, sólido, na América do Norte e nos mercados internacionais, aproveitando nossos fortes portfólios de contrato e os fechamentos de contratos recentes. Mobilizamos um número sem precedentes de 29 novas plataformas para o nosso setor internacional integrado de perfuração, incluindo nossa primeira plataforma comercial em terra da instalação futura na Arábia Saudita. Lançamos com sucesso nossa nova organização de suporte às operações otimizada, aproveitando cinco anos de investimento metódico para profissionalizar ainda mais todos os aspectos do nosso trabalho, que definirá novos padrões para eficiência interna, qualidade, trabalho em equipe e colaboração. Como parte disso, fizemos os últimos ajustes em nossa configuração organizacional no segundo trimestre para concluir a remoção de uma camada completa da nossa estrutura de suporte e gestão. Isso reduzirá ainda mais a nossa base de custos e melhorará nossa agilidade e competitividade.

"Devido ao número considerável de novos projetos que estamos iniciando, através das nossas operações internacionais, nossa organização respondeu bem aos desafios de mobilização e de inicialização de projetos. Entretanto, os custos associados juntamente com alguns atrasos operacionais tiveram impacto sobre nossas margens operacionais antes dos impostos no segundo trimestre. Como resultado, a expansão da nossa margem sequencial ficou abaixo das nossas expectativas.

"Na América do Norte, excluindo-se Cameron, a receita no segundo trimestre de US$2.5 bilhões aumentou 12% sequencialmente enquanto continuamos a implantação dos nossos recursos de fraturamento hidráulico e perfuração direcional adicionais. Apesar dos impactos da nossa interrupção de primavera no Canadá, a receita em terra na América do Norte cresceu 9%, impulsionada pelos ganhos de participação de mercado e melhorias na eficiência operacional, enquanto os preços permaneceram estáveis. No mercado de fraturamento hidráulico, estamos vendo uma tendência crescente dos clientes de separar a aquisição de serviços de bombeamento e fornecimento de areia. Como o nosso programa de investimentos de integração vertical multicamadas se concentra na conclusão, ele nos permite cotar competitivamente os nossos contratos de areia integrados ou independentes. A atividade offshore da América do Norte começou a se recuperar durante o segundo trimestre com novos projetos de perfuração, começando pelo leste do Canadá, o Golfo do México americano e o Caribe, resultando em crescimento da receita offshore sequencial de 22%.

"Excluindo Cameron, a receita do segundo trimestre nos mercados internacionais de US$4.4 bilhões cresceu 6% sequencialmente, apesar da receita estável na Rússia, e somente crescimento nominal no Oriente Médio, onde atrasos de inicialização e de projetos afetaram os nossos resultados. O crescimento sequencial foi impulsionado por uma melhoria de 18% na Ásia e na Austrália, 9% na Europa e África e 3% na América Latina. Esses valores confirmam que uma recuperação internacional baseada em um cenário mais amplo agora está emergindo. Os preços aumentaram nos mercados internacionais durante o segundo trimestre e, embora os números ainda não sejam significativos, uma tendência foi estabelecida e as discussões de preços com os clientes estão continuando para os contratos novos e atuais. Com diversos projetos em larga escala absorvendo a nossa capacidade ociosa restante nos serviços de perfuração e produção, nossos equipamentos estarão totalmente instalados durante o quarto trimestre, após o qual esperamos um fortalecimento ainda maior da nossa recuperação de preços internacionais.

"O crescimento no segundo trimestre foi liderado pela Produção onde a receita aumentou sequencialmente em 10%, impulsionado pela OneStimSM na América do Norte. A receita de Categorização de Reservatórios e Perfuração aumentou 5% sequencialmente como resultado da maior atividade internacional além das recuperações sazonais no Hemisfério Norte. O aumento da receita foi impulsionado por maior atividade da OneSurfaceSM, vendas adicionais da Software Integrated Solutions (SIS) e o início dos projetos de perfuração integrados no Oriente Médio, Índia, México e offshore na América do Norte. A receita da Cameron foi reduzida em 1% sequencialmente sobre menor volume do projeto OneSubseaTM , embora isso tenha sido parcialmente compensado por maior atividade de serviço na América do Norte para sistemas e superfícies e maiores vendas de produtos para válvulas e medições.

"Os fundamentos do mercado continuam a evoluir favoravelmente para os nossos negócios internacionais uma vez que o equilíbrio global de oferta e procura de óleo cru está ainda mais acirrado. O crescimento do PIB global permanece forte, com qualquer impacto dos ventos contrários vindos da disputa comercial Estados Unidos-China provavelmente se tornando mais claro nos próximos trimestres. Apesar da decisão recente da OPEP de aumentar a produção, a base do fornecimento global continua a se enfraquecer devidoàpressão geopolítica para retirar a produção iraniana do mercado, nenhuma resolução aparente para a queda na produção da Venezuela e as exportações da Líbia continuarem voláteis. Na América do Norte, a falta de capacidade de pipeline adicional na Bacia Permiana está se tornando uma restrição cada vez maior ao crescimento da produção. Ao mesmo tempo, a capacidade de produção de reserva, que é essencialmente limitada a somente alguns países da OPEP agora está alcançando seu nível mais baixo em mais de uma década enquanto o declínio na base de produção madura mundial continua a acelerar. Esses desenvolvimentos acentuam a necessidade crescente para despesas E&P aumentarem significativamente, especialmente nos mercados internacionais, uma vez que está se tornando cada vez mais aparente que os novos projetos que devem ser iniciados durante os próximos anos não serão suficientes para atender ao aumento da demanda.

"Esses pontos de vista sustentam a forte confiança que temos nos resultados do nosso negócio. Embora os últimos quatro anos tenham sido marcados por uma crise mais profunda em gerações, temos capitalizado em diversas oportunidades de mercado enquanto, simultaneamente, transformamos a nossa empresa para ser ainda mais competitiva em uma recuperação mais ampla que está agora emergindo. A expansão do nosso portfólio tem aumentado significativamente o nosso mercado alvo total em 50% e temos alcançado novos níveis de eficiência em todas as nossas atividades. Estamos preparados e prontos para capturar as oportunidades de crescimento decorrentes dos fundamentos positivos do mercado e estamos entusiasmados com as oportunidades de atividade e preços que o novo cenário da indústria apresenta".

Demais eventos

Durante o trimestre, a Schlumberger efetuou a recompra de 1.5 milhão de ações ordinárias a um preço médio de US$ 68,45 por ação, totalizando um preço de compra de US$ 103 milhões.

Em 18 de julho de 2018, o Conselho Diretor da empresa aprovou os dividendos trimestrais em espécie de US$0,50 por ação das ações ordinárias em circulação, a serem pagos em 12 de outubro de 2018 aos acionistas com registro em 5 de setembro de 2018.

Receita consolidada por área

(em milhões)
Três meses encerrados em Alteração
30 de junho de 2018 31 de março de 2018 30 de junho de 2017 Sequencial Em relação ao ano anterior
América do Norte US$ 3.139 US$ 2.835 US$ 2.202 11%43%
América Latina 919 870 1.039 6%-12%
Europa/CEI/África 1.778 1.704 1.750 4%2%
Oriente Médio e Ásia 2.367 2.309 2.347 3%1%
Outros 99 111 124 n/sn/s
US$ 8.303 US$ 7.829 US$ 7.462 6%11%
Receita da América do Norte US$ 3.139 US$ 2.835 US$ 2.202 11%43%
Receita internacional US$ 5.065 US$ 4.883 US$ 5.136 4%-1%
Receita da América do Norte, excluindo-se Cameron US$ 2.528 US$ 2.265 US$ 1.728 12%46%
Receita internacional, excluindo Cameron US$ 4.358 US$ 4.129 US$ 4.348 6%-
n/s = não significativo
A receita do segundo trimestre de US$8.3 bilhões aumentou 6% sequencialmente com o crescimento de 11% da América do Norte de US$3.1 bilhões e receita internacional de US$5.1 bilhões, crescimento de 4%.

América do Norte

A receita consolidada da área da América do Norte aumentou 11% sequencialmente, seguida pela instalação contínua de fraturamento hidráulico adicional e capacidade de perfuração direcional. Apesar do impacto da interrupção da primavera no Canadá, a receita em terra da América do Norte cresceu 9% sequencialmente, resultando em um aumento de 7% nas plataformas em terra nos EUA e em um crescimento de 8% na contagem de estágios do mercado em terra nos Estados Unidos. Esse desempenho foi impulsionado pelos ganhos em participação do mercado e melhorias na eficiência operacional enquanto os preços permaneceram estáveis. A atividade no mercado em terra nos Estados Unidos continuou a ser forte uma vez que os clientes desenvolveram designs de poços mais eficientes, equilibrando os volumes de conclusão e a extensão lateral para maximizar a produtividade enquanto gerenciava o custo total. A tendência do cliente de separar as compras de serviços de bombeamento e o fornecimento de areia acelerou durante o trimestre. Entretanto, a integração vertical da oferta da Schlumberger fornece potencial máximo para receita dos serviços de bombeamento integrado e dos contratos de fornecimento de areia. Como resultado, a receita da OneStim cresceu 17% sequencialmente. A atividade Offshore da América do Norte começou a se recuperar, com novos projetos de perfuração sendo iniciados no leste do Canadá, o Golfo do México dos Estados Unidos e do Caribe, resultando em crescimento da receita sequencial de 22% impulsionada pelos ganhos da participação de mercado e vendas muticliente. A receita de serviços e de venda de produtos maior em Válvulas e Medições, juntamente com um aumento da atividade para os sistemas de superfície contribuíram para esse desempenho financeiro forte.

Internacional

A receita consolidada naárea da América Latina aumentou 6% sequencialmente devido ao forte desempenho no geomercado da América do Sul como resultado de uma atividade maior da Cameron e ao aumento da contagem de estágios de fraturamento hidráulico, bem como ao aumento na atividade de perfuração flexitubo nas operações em terra não convencionais na Argentina. A receita geomercado do México e América Central também aumentou após o início da atividade dos Serviços de Perfuração Integrados (IDS), enquanto a receita no geomercado da América Latina ficou essencialmente estável, sequencialmente.

A receita consolidada da Europa/CIS/África aumentou 4% uma vez que a atividade de perfuração se recuperou do período sazonal de inverno no Mar do Norte e Europa. A receita na África Sub-Saara aumentou devido ao início de novos projetos em Angola, Nigéria, Gana, Costa do Marfim e Camarões; a receita do Norte da África aumentou devidoàmaior atividade e às vendas maiores na Argélia, Líbia e Chade e a Rússia permaneceu essencialmente estável sequencialmente devido aos atrasos no início das campanhas offshore de verão. O crescimento da receita no Mar do Norte resultou de uma maior atividade de perfuração no Reino Unido e na Noruega uma vez que o número de plataformas aumentou, enquanto a receita da Europa Continental aumentou principalmente devidoàmaior atividade de perfuração na Romênia.

A receita consolidada na área do Oriente Médio e Ásia aumentou 3% sequencialmente, liderada pela maior atividade no geomercado do Extremo Oriente e Austrália, principalmente na Indonésia, offshore da Austrália e da recuperação sazonal na China. No geomercado do Norte do Oriente Médio, o progresso foi forte nos projetos do sistema de produção integrada OneSurface no Kuwait e no Egito, enquanto o geomercado do leste do Oriente Médio se beneficiou do início dos projetos IDS no Iraque. No geomercado do Sul e Leste da Ásia, as operações começaram nos projetos de perfuração em Myanmar, Vietnã e Índia. Na Arábia Saudita, o crescimento da receita sequencial foi limitado por atrasos e desafios logísticos nas fases iniciais de alguns projetos de contratos turnkey de preço fixo (LSTK). A receita da Cameron foi sequencialmente menor nos geomercados do Extremo Oriente e Austrália e no Norte do Oriente Médio, compensando parcialmente os efeitos do fortalecimento das atividades na área.

Caracterização de reservatórios

(em milhões)
Três meses encerrados em Alteração
30 de junho de 2018 31 de março de 2018 30 de junho de 2017 Sequencial Em relação ao ano anterior
Receita US$ 1.636 US$ 1.556 US$ 1.759 5%-7%
Lucro operacional antes dos impostos US$ 350 US$ 307 US$ 299 14%17%
Margem operacional antes dos impostos 21,4% 19,7% 17,0% 166 bps439 bps
A receita de Categorização de Reservatórios de US$ 1.6 bilhão, dos quais 75% vieram dos mercados internacionais, aumentou 5% sequencialmente como resultado da maior atividade das retomadas sazonais no Hemisfério Norte. O crescimento se deveu principalmenteàatividade Wireline maior de novos projetos offshore na América do Norte e de novos contratos nos geomercados do Extremo Oriente e Austrália; maior progresso dos projetos do sistema de produção integrada da OneSurface no Kuwait e Egito; um aumento nas vendas de licenças e manutenção do software SIS no México, Brasil, Rússia e Kuwait. O aumento da receita de Caracterização de Reservatórios foi compensado parcialmente pela atividade reduzida da WesternGeco uma vez que os contratos de aquisição de tecnologia sísmica marítima continuaram a diminuir.

A margem operacional antes dos impostos da Caracterização de Reservatórios de 21% foi 166 pontos de base (bps) maior sequencialmente devidoàrecuperação das atividades Wireline com margem maior e vendas mais altas das licenças do software SIS.

O Grupo de Caracterização de Reservatórios se beneficiou das operações do Gerenciamento dos Serviços Integrados (ISM), SIS, e dos contratos da WesternGeco, bem como da aplicação da tecnologia e do conhecimento do domínio para o fortalecimento do desempenho operacional.

No Alasca, a ISM ajudou uma importante empresa E&P independente a completar uma campanha de exploração de seis poços dentro do orçamento original estabelecido e aprovado. A equipe ISM otimizou o fornecimento de tecnologias e serviços de múltiplas linhas de produtos, que confirmou a presença de óleo e verificou o potencial da reserva. As tecnologias incluíram o serviço de perfuração durante o imageamento e resistividade Microscope HD*, o serviço de ressonância magnética nuclear proVISION*, o serviço durante perfuração sônica multipolo SonicScope* e a sonda radial 3D Saturn*.

A International Frontier Resources Corporation concedeuàSIS um contrato de software como serviço (Saas) para o ambiente E&P cognitivo DELFI* para a caracterização de reservatórios com desafios estratigráficos e estruturais complexos em suas operações no projeto Tecolutla.

Na Indonésia, a Pertamina Hulu Mahakam concedeuàSchlumberger um contrato de três anos para o fornecimento de software E&P. O software inclui o fluxo multifases dinâmico OLGA*, o fluxo multifases em estado estacionário PIPESIM*, e os simuladores de reservatório referência da indústria, ECLIPSE*; o sistema de fornecimento e gestão de dados E&P ProSource*, e as plataformas de software de operações de produção Avocet* e o software E&P Petrel*.

Na Tailândia, a Wireline instalou uma combinação de tecnologias de coleta de amostras de reservatórios avançada no campo de Wassana para a KrisEnergy Thailand para reduzir o tempo da plataforma em mais de três dias em comparação com os métodos de coleta de amostra convencionais. Isso resultou em amostras contaminadas e bombas obstruídas devido ao óleo pesado do reservatório e às areias não consolidadas. A combinação da sonda radial 3D Saturn, sistema de análise de fluidos do .poço em tempo real InSitu Fluid Analyzer*, e tecnologias do testador dinâmico da formação modular MDT* permitiu ao cliente certificar as reservas do reservatório e otimizar os planos de instalação futuros.

Egyptian General Petroleum Corporation (EGPC) e Schlumberger assinaram um contrato de no mínimo 15 anos que dáàWesternGeco permissão para comercializar projetos multicliente em todo o Golfe de Suez, uma área de aproximadamente 12.500 km2. O contrato, que é o segundo do seu tipo, inclui aquisição geofísica de 2D e 3D, processamento, reprocessamento e serviços de interpretação.

Lundin concedeuàWesternGeco o processamento e o imageamento de dados de uma pesquisa de monitoramento de reservatório em 4D sísmico do fundo do oceano (OBS) de 70-km2 para o campo de Evard Grieg no setor do Mar do Norte da Noruega. O trabalho será realizado pelas equipes de processamento OBS no Centro de Geosoluções da WesternGeco usando um fluxo de trabalho com lapso de tempo sob medida para aumentar o entendimento do reservatório e ajudar nas decisões diretas de desenvolvimento do campo.

A WesternGeco recebeu uma concessão direta da Sound Energy para uma pesquisa 2D de 2.700-km usando a tecnologia de plataforma de aquisição sísmica em terra, UniQ*, nos campos de Meridja e Tendrara, no Marrocos. O projeto inclui eletromagnéticos, magnetotelúricos, inversão conjunta de ondas de superfície e métodos de processamento de dados?tudo conduzido no Centro de Excelência de Eletromagnetismo Integrado da Schlumberger.

Perfuração

(em milhões)
Três meses encerrados em Alteração
30 de junho de 2018 31 de março de 2018 30 de junho de 2017 Sequencial Em relação ao ano anterior
Receita US$ 2.234 US$ 2.126 US$ 2.107 5%6%
Lucro operacional antes dos impostos US$ 289 US$ 293 US$ 302 -1%-4%
Margem operacional antes dos impostos 12,9% 13,8% 14,3% -83 bps-139 bps
A receita de perfuração de US$2.2 bilhões, dos quais 72% vieram dos mercados internacionais, aumentou 5% sequencialmente devidoàmaior atividade offshore na América do Norte eàatividade internacional maior das recuperações sazonais no Hemisfério Norte. O início dos projetos IDS no Oriente Médio, Índia e México teve impacto favorável sobre M-I SWACO, Drilling & Measurements e Bits & Drilling Tools. Novos projetos no geomercado offshore da América do Norte e novos contratos no geomercado do Extremo Oriente e Austrália e nos geomercados do Oriente Médio, México e América Central lideraram o crescimento na M-I SWACO. A receita de Perfurações e Medições aumentou devido às novas campanhas de perfuração na Austrália, China, Romênia e Mar do Norte. A receita maior de Brocas e Ferramentas de Perfuração deveu-seàvenda de produtos maior na Argélia e na Itália.

A margem operacional antes dos impostos da perfuração de 13% reduziu 83 bps sequencialmente devidoàmobilização de recursos para novos projetos em nossas operações internacionais que resultou em custos adicionais.

O desempenho da divisão de perfuração no segundo trimestre foi impulsionado pelo fechamento dos contratos IDS e das mobilizações de projeto que instalaram tecnologias de perfuração para ajudar a reduzir o custo por barril.

A Equinor concedeuàSchlumberger novos serviços integrados e contratos de serviços em poços para os campos operados pela Equinor na Plataforma Continental da Noruega. Inicialmente concedidos por quatro anos, os contratos incluem opções para cinco extensões de dois anos. O escopo do contrato inclui serviços de perfuração integrados, cimentação e bombeamento, perfuração e fluis de conclusão, registro elétrico e conclusões. O modelo de fornecimento integrado irá fortalecer a integração entre o fornecedor de serviços, o fornecedor da plataforma e o operador. Além disso, uma carta de intenções foi assinada com a Schlumberger para a futura plataforma de exploração ainda não fretada pela Equinor.

A Equinor também concedeuàSchlumberger os seguintes novos contratos para suas operações internacionais.

  • No Reino Unido, uma carta de intenções foi assinada para os serviços de perfuração integrada e poços no campo de Mariner no setor do Reino Unido do Mar do Norte.
  • No Brasil, um contrato foi concedido para serviços de perfuração integrados para o desenvolvimento das Fases I e II do campo de Peregrino, na Bacia de Campos.
  • Na Tanzânia, um contrato foi concedido para um poço de exploração offshore. O contrato de serviços integrados inclui o fornecimento de múltiplas linhas de produtos, bem como serviços de gerenciamento de projetos.
No Wyoming, a Schlumberger usou uma combinação de tecnologias em um projeto de serviços de perfuração integrados para a Wold Energy Partners para reduzir o tempo de perfuração em quatro poços na bacia do Rio Powder em um total de mais de 16 dias em comparação com AFE. As tecnologias incluíram o cortador compacto de diamantes (PDC) giratório ONYX 360*, o sistema rotativo dirigível PowerDrive vorteX* e o lodo de cimento leve LiteCRETE*.

No Iraque, a ENI Iraq BV concedeuàSchlumberger um contrato IDS, começando em 2018, para a construção de 11 poços visando a formação de Mishrif, no Campo de Zubair. O contrato inclui tecnologias da Schlumberger Land Rigs, Perfurações e Medições, Brocas e Ferramentas de Perfuração, M-I SWACO, Conclusões, Wireline e Serviços em Poços.

Na Noruega, a Point Resources AS concedeuàSchlumberger um contrato IDS de quatro anos com uma opção de extensão. O contrato fornece serviços na produção e exploração de poços na Plataforma Continental da Noruega e inclui a maioria dos serviços de perfuração e conclusões.

Em Bangladesh, a SOCAR AQS International DMCC concedeuàSchlumberger um contrato IDS de 12 meses para perfurar poços em três campos diferentes?Semutang, Begumganj e Madarganj.

Em Omã, a IDS permitiu que a HydroCarbon Finder E&P reduzisse o tempo de perfuração de um poço em 14 dias comparado com o plano AFE. As tecnologias instaladas incluíram o serviço de perfuração enquanto registra, multifunção, EcoScope*?, o sistema rotativo dirigível com taxa de construção alta, PowerDrive Archer*, o serviço de mapeamento de fronteira do leito, PeriScope* e o serviço de perfuração enquanto mapeia, resistivo MicroScope*. Esse poço é a primeira descoberta do cliente no Bloco 15 na formação Natih-C.

No Alasca, Perfuração e Medições usou uma combinação de tecnologias para ajudar o operador North Slope a perfurar a mais longa lateral horizontal na América do Norte de 6. 629 metros (21.748 pés). As tecnologias usadas nesse poço lateral duplo incluíram o sistema rotativo dirigível PowerDrive Orbit*, o serviço de detecção de fronteira do leito multicamadas PeriScope HD* e o serviço de perfuração sônica multipolo SonicScope.

Produção

(em milhões)
Três meses encerrados em Alteração
30 de junho de 2018 31 de março de 2018 30 de junho de 2017 Sequencial Em relação ao ano anterior
Receita US$ 3.257 US$ 2.959 US$ 2.496 10%30%
Lucro operacional antes dos impostos US$ 316 US$ 216 US$ 221 46%43%
Margem operacional antes dos impostos 9,7% 7,3% 8,9% 239 bps84 bps
A receita do grupo de produção de US$ 3.3 bilhões, dos quais 48% vieram dos mercados internacionais, apresentou um aumento sequencial de 10%. Apesar do impacto da interrupção da primavera no Canadá, a receita em terra da OneStim na América do Norte cresceu 17% sequencialmente, resultando em um aumento de 7% nas plataformas em terra nos EUA e em um crescimento de 8% na contagem de estágios do mercado em terra nos Estados Unidos. Esse desempenho foi impulsionado pelos ganhos em participação do mercado da capacidade adicional e melhorias na eficiência operacional enquanto os preços permaneceram estáveis. A tendência do cliente de separar as compras de serviços de bombeamento e fornecimento de areia foi acelerada durante o trimestre. Entretanto, a integração vertical da oferta da Schlumberger permitiu a participação em contratos de areia integrados e independentes para manter o potencial de receita total dos serviços de bombeamento e fornecimento de areia. Novos contratos fora da América do Norte na Austrália, Indonésia, Índia e a recuperação sazonal na China contribuíram com o crescimento internacional, enquanto a atividade na Arábia Saudita se beneficiou do maior estímulo e do trabalho de perfuração flexitubo, bem como das vendas maiores de produtos de conclusão.

A margem operacional antes dos impostos da produção de 10% aumentou 239 bps sequencialmente devidoàmaior atividade e melhorias na eficiência operacional das operações de fraturamento hidráulico OneStim no geomercado em terra na América do Norte. A margem também melhorou devido ao aumento dos benefícios da integração vertical no negócio de bombeamento sob pressão.

A produção se beneficiou do aumento das operações OneStim, bem como da concessão de novos contratos e da instalação de tecnologias de conclusão e de estímulo avançadas.

Na região sul do Texas, a OneStim executou um projeto para a Chesapeake Energy para melhorar continuamente a eficiência operacional na área de xisto de Eagle Ford. Através da identificação e da eliminação de desperdícios, procedimentos padronizados e implantação de tecnologia, a OneStim aumentou o tempo operacional total e a produtividade. Os resultados incluíram uma melhoria de 50% no tempo de mobilização pad-to-pad, um aumento de 55% nos estágios realizados por dia, e um aumento de 17% nas horas de bombeamento por dia. Na média, a Chesapeake economizou US$150.000 por pad e reduziu o tempo operacional em cada pad em quatro dias.

No sul do Texas, a OneStim usou um enfoque geoprojetado para ajudar a Lonestar Resources Ltd a aumentar a produção de óleo em até 86% em comparação com os poços de compensação na área de xisto de Eagle Ford. Uma combinação de tecnologias permitiu a otimização da perfuração, conclusões e planos de estímulo ao longo das laterais em 18 poços em dois campos enquanto evitou os desafios de perfuração associados com leitos de cinza e zonas próximas contendo água. Os poços geoprojetados produziram mais hidrocarbonetos por 1.000 pés de seção lateral comparados com os poços de compensação. Na média, seis poços de petróleo produziram 80% mais e quatro poços em uma área com taxa alta de gás-óleo produziram 86% mais. Os serviços ThruBit* through-the-bit logging melhoraram o conhecimento das propriedades das rochas enquanto o software de estímuloàprodução voltado ao reservatório Kinetix Shale* foi usado para otimizar a conclusão e os tratamentos de estímulo.

Na Rússia, a Well Services instalou um serviço de conclusão integrado, BroadBand Precision* para a Gazprom Neft para reduzir o tempo de operação em um poço em mais de oito dias comparado com o AFE planejado. A geologia complexa do reservatório favoreceu um poço horizontal com estímulo multiestágio. O serviço BroadBand Precision definiu um novo recorde de campo ao completar 30 estágios de fraturamento dentro de 220 horas, que foi aproximadamente 53% mais rápido do que o planejado originalmente.

Na Colômbia, a Ecopetrol concedeuàSchlumberger um contrato de seis anos para o fornecimento de bombas submergíveis elétricas da Artificial Lift Solutions (ESPs) e serviços de suporte em todo o país. Isso incluirá sistemas REDA Maximus* ESP equipados com estádios ESP de vida estendida não convencionais REDA Continuum* para acomodar uma ampla gama de volumes de produção esperados.

No norte do Kuwait, a Well Services instalou serviços com a tecnologia flexitubo para poços em tempo real ACTive* e o serviço de estímulo com contato estendido OpenPath Reach* para a Kuwait Oil Company para aumentar a produção total de óleo em quatro vezes em quatro poços no Campo de Sabriya. A tecnologia de fluido de desvio viscoelástico VDA* foi instalada para bloquear uma zona de perda em um poço com injetor de água horizontal longo e o tratamento de estímulo OpenPath Reach criou uma rede de buracos de minhoca no reservatório. Isso resultou em um aumento de 400 psi na pressão do fundo do poço do reservatório, aumentou a eficácia do sistema de inundação enquanto eliminou a necessidade de uma sonda de reparação.

Em Sakhalin, Schlumberger Completions instalou o sistema de gerenciamento de reservatório e de produção Manara* para melhorar a produção no Campo de Odoptu para o projeto Sakhalin-1.

Cameron

(em milhões)
Três meses encerrados em Alteração
30 de junho de 2018 31 de março de 2018 30 de junho de 2017 Sequencial Em relação ao ano anterior
Receita US$ 1.295 US$ 1.310 US$ 1.265 -1%2%
Lucro operacional antes dos impostos US$ 166 US$ 166 US$ 174 --5%
Margem operacional antes dos impostos 12,8% 12,7% 13,8% 17 bps-94 bps
A receita da Cameron de US$1.3 bilhão, dos quais 52% vieram de mercados internacionais, declinou 1% subsequencialmente principalmente devidoà receita menor da OneSubsea em uma reserva de pedidos em declínio. Esse declínio foi parcialmente compensado pela atividade de serviço maior para Sistemas de Superfície na América do Norte e vendas de produtos maiores para Válvulas e Medições, enquanto a receita dos Sistemas de Perfuração ficou essencialmente estável sequencialmente. Por geografia, as receitas na América do Norte e América Latina cresceram sequencialmente, mas isso foi mais do que compensado pela receita sazonalmente menor no Oriente Médio e Ásia, enquanto a receita na Europa/CIS/África ficou estável.

A margem operacional antes dos impostos da Cameron de 13% ficou essencialmente estável, uma vez que o aumento das vendas em Sistemas de Superfície e Válvulas e Medições, combinado com uma melhor execução do projeto na OneSubsea, compensou o impacto na queda da margem nos Sistemas de Perfuração de uma reserva de pedidos menor.

A Cameron fechou novos contratos durante o trimestre para sistemas de perfuração sob pressão (MPD) gerenciados e pacotes de perfuração integrados, bem como contratos de serviços integrados para gestão de equipamentos de controle de pressão e melhoria da produção.

A Transocean concedeuàSchlumberger u contrato para o fornecimento de componentes-chave para dois sistemas MPD para uso offshore no Golfo do México americano. O sistema MPD fornece maior controle do perfil de pressão anular ao longo do buraco do poço e permite a perfuração de formações com margem de pressão estreita de modo mais seguro e eficiente.

Na Noruega, a Transocean acrescentou quatro plataformas flutuantes operando no setor norueguês do Mar do Norte para um contrato de serviço de gerenciamento de equipamentos de controle de pressão existente com a Schlumberger por um período de 10 anos. Com esse contrato, a Schlumberger fornece um conjunto abrangente de soluções para manutenção e reparo dos sistemas de prevenção de ruptura e outros equipamentos de controle de pressão em 13 plataformas de perfuração em ambientes adversos e água ultraprofundas da Transocean.

Na Rússia, a LUKOIL concedeuàSchlumberger um contrato para o fornecimento de um pacote completo de perfuração, incluindo controle de pressão e equipamentos de plataforma, manuseio dos fluidos e sólidos e uma unidade de cimentação para operações no Mar Cáspio. Espera-se que a construção da plataforma, que ocorrerá em Astrakhan, comece no terceiro trimestre de 2019.

Murphy Sabah Oil Co., Ltd. concedeuàSchlumberger um contrato de serviços integrado para uma campanha de melhoria na produção de três poços offshore no Campo de Siakap North-Petai, na Malásia. O escopo do contrato inclui gestão de projetos e serviços em embarcações, estímulo de poços, serviços de fluidos e bombeamento, serviços de perfuração flexitubo e sistema de reinjeção de aplicação múltipla OneSubsea MARS*, bem como sistema de injeção modular submarino.

Tabelas Financeiras

Demonstração consolidada condensada dos resultados (Perdas)
(em milhões, exceto por quantidade de ações)
Segundo trimestre Seis meses
Períodos concluídos em 30 de junho, 2018 2017 2018 2017
Receita US$ 8.303 US$ 7.462 US$ 16.131 US$ 14.356
Juros e outras receitas 40 62 82 108
Despesas
Custo das receitas 7.179 6.468 13.980 12.544
Pesquisa e engenharia 175 196 347 406
Geral e administrativo 114 110 225 208
Depreciações e outros (1)184 510 184 510
Fusões e integrações (1)- 81 - 164
Juros 144 142 287 281
Lucro antes dos impostos US$ 547 US$ 17 US$ 1.190 US$ 351
Despesa com impostos (1) 106 98 219 148
Lucro líquido (prejuízo) US$ 441 US$(81) US$ 971 US$ 203
Perda líquida atribuívelàparticipação minoritária 11 (7) 16 (2)
Lucro líquido (prejuízo) atribuívelàSchlumberger (1) US$ 430 US$ (74) US$ 955 US$ 205
Ganhos diluídos (prejuízo) por ação da Schlumberger (1) US$ 0,31 US$ (0,05) US$ 0,69 US$0,15
Média de ações em circulação 1.384 1.387 1.385 1.390
Média de ações em circulação presumindo diluição 1.392 1.387 1.393 1.397
Depreciação e amortização incluídas nas despesas (2) US$ 876 US$ 986 US$ 1.750 US$ 1.975
(1) Consulte a seção intitulada "Encargos e créditos" para obter detalhes.
(2) Inclui depreciação de propriedade, instalações e equipamento e amortização de ativos intangíveis, custos de dados sísmicos multicliente e investimentos SPM.

Balanço consolidado condensado

(em milhões)

30 de junho, 31 de dezembro,
Ativos 2018 2017
Ativo circulante
Caixa e investimentos em curto prazo US$ 3.049 US$ 5.089
Contas a receber 8.606 8.084
Outros ativos circulantes 5.245 5.324
16.900 18.497
Ativos fixos 11.504 11.576
Dados sísmicos multicliente 686 727
Fundo de comércio 25.121 25.118
Ativos intangíveis 9.092 9.354
Outros ativos 6.853 6.715
US$ 70.156 US$ 71.987
Passivos e patrimônio
Passivo circulante
Contas a pagar e passivo adquirido US$ 9.367 US$ 10.036
Passivo estimado para imposto de renda 1.264 1.223
Empréstimos de curto prazo e proporção atual
das dívidas de longo prazo 3.736 3.324
Dividendos a pagar 699 699
15.066 15.282
Dívida de longo prazo 13.865 14.875
Impostos diferidos 1.541 1.650
Benefícios pós-aposentadoria 971 1.082
Outros passivos 1.816 1.837
33.259 34.726
Patrimônio 36.897 37.261
US$ 70.156 US$ 71.987

Liquidez

(em milhões)

Componentes da liquidez

30 de junho,

2018

31 de março,

2018

31 de dezembro,

2017

30 de junho,

2017

Caixa e investimentos em curto prazo US$ 3.049 US$ 4.165 US$ 5.089 US$ 6.218
Investimentos de renda fixa, mantidos até o vencimento - - - 13
Empréstimos de curto prazo e posição atual da dívida de longo prazo (3.736) (4.586) (3.324) (2.224)
Dívida de longo prazo (13.865) (13.526) (14.875) (16.600)
Dívida líquida (1)US$ (14.552) US$ (13.947) US$ (13.110) US$ (12.593)
Detalhes de alterações na liquidez:
SeisSegundo Seis
MesesTrimestre Meses
Períodos concluídos em 30 de junho, 2018 2018 2017
Receita líquida antes dos juros não controlados US$ 971US$ 441 US$ 203
Depreciação e outras despesas, impostos líquidos antes dos juros não controlados 164164 643
US$ 1.135US$ 605 US$ 846
Depreciação e amortização (2)1.750876 1.975
Despesas com remuneração baseada em ações 17686 180
Financiamento de pensão e outros benefícios pós-aposentadoria (74)(35) (74)
Alteração no capital de giro (1.338)(502) (1.339)
Outros (94)(43) (74)
Fluxo de caixa de operações(3)US$ 1.555US$ 987 US$ 1.514
Despesas de capital (974)(520) (884)
Investimentos de SPM (434)(194) (328)
Dados sísmicos multicliente capitalizados (47)(21) (190)
Fluxo de caixa livre (4)100252 112
Dividendos pagos (1.385)(693) (1.393)
Programa de recompra de ações (200)(103) (770)
Rendimentos de planos de ações de funcionários 1314 143
(1.354)(540) (1.908)
Aquisições e investimentos de negócios, líquido de caixa adquirido mais dívida adquirida (47)(34) (364)
Outros (41)(31) (200)
Aumento na dívida líquida (1.442)(605) (2.472)
Dívida líquida, começo do período (13.110)(13.947) (10.121)
Dívida líquida, final do período US$(14.552)US$ (14.552) US$ (12.593)
(1) "Dívida líquida" representa a dívida bruta menos espécie, investimentos de curto prazo e investimentos em renda fixa mantidos até o vencimento. A gerência acredita que o indicador de dívida líquida oferece informações úteis sobre o nível de endividamento da Schlumberger ao informar a quantia em espécie e os investimentos que podem ser usados para amortizar dívidas. Dívida líquida é uma medida financeira não GAAP, que deve ser considerada adicionalmente, e não como substituto ou superioràdívida total.
(2) Inclui depreciação de propriedade, instalações e equipamento e amortização de ativos intangíveis, custos de dados sísmicos multicliente e investimentos SPM.
(3) Inclui pagamento de indenizações de US$160 milhões e US$84 milhões durante os seis meses e o segundo trimestre terminado em 30 de junho de 2018, respectivamente, US$230 milhões e US$ 90 milhões durante os seis meses e o segundo trimestre de terminado em 30 de junho de 2017, respectivamente.
(4) "Fluxo de caixa livre" representa o fluxo de caixa das operações menos as despesas de capital, investimentos SPM e custos de dados sísmicos multicliente capitalizados. A administração acredita que o fluxo de caixa livre é uma medida de liquidez importante para a empresa e útil para os investidores e para a gestão como uma medida da capacidade da Schlumberger de geração de caixa. Uma vez que as necessidades e as obrigações do negócio são atendidas, esse dinheiro pode ser usado para reinvestir na empresa, para crescimento futuro ou para devolver aos nossos acionistas por meio de pagamentos de dividendos ou recompra de ações. O fluxo de caixa livre não representa o fluxo de caixa residual disponível para despesas discricionárias. O fluxo de caixa livre é uma medida financeira não GAAP que deve ser considerada além de, e não como substituto para, ou superior, ao fluxo de caixa livre de operações.

Encargos e créditos

Além de resultados financeiros determinados de acordo com os princípios contábeis geralmente aceitos (princípios contábeis geralmente aceitos, GAAP) dos EUA, este comunicado de imprensa do segundo trimestre de 2018 inclui também medidas financeiras não GAAP (como definido no Regulamento G da SEC). O lucro líquido, excluindo encargos e créditos, bem como medidas dele derivadas (incluindo EPS diluído, excluindo encargos e créditos; o lucro líquido da Schlumberger, excluindo encargos e créditos; e imposto efetivo, excluindo encargos e créditos) são medidas financeiras não GAAP. A administração acredita que a exclusão dos encargos e créditos destas medidas financeiras permite avaliar, de forma mais eficaz, o período de operações da Schlumberger durante o período e identificar as tendências operacionais que poderiam ser mascarados pelos itens excluídos. Estas medidas também são utilizadas pela administração como medidas de desempenho na determinação de certa compensação de incentivo. As medidas financeiras não GAAP anteriores devem ser consideradas adicionalmente, e não como um substituto ou superior a outras medidas de desempenho financeiras preparadas de acordo com GAAP. O seguinte é uma reconciliação destas medidas não GAAP com as medidas GAAP comparáveis.

(em milhões, exceto por quantidade de ações)
Segundo trimestre de 2018
Antes dos impostos Impostos

Encerrados.

Juros

Líquido Diluído

EPS

Lucro líquido da Schlumberger (base GAAP) US$ 547 US$ 106 US$ 11 US$ 430 US$ 0,31
Redução da força de trabalho 184 20 - 164 0,12
Lucro líquido da Schlumberger, excluindo encargos e créditos US$ 731 US$126 US$ 11 US$ 594 US$ 0,43
Seis meses de 2018
Antes dos impostos Impostos

Encerrados.

Juros

Líquido Diluído

EPS *

Lucro líquido da Schlumberger (base GAAP) US$ 1.190 US$ 219 US$ 16 US$ 955 US$ 0,69
Redução da força de trabalho 184 20 - 164 0,12
Lucro líquido da Schlumberger, excluindo encargos e créditos US$ 1.374 US$ 239 US$ 16 US$ 1.119 US$ 0,80
Segundo trimestre de 2017
Antes dos impostos Impostos

Encerrados.

Juros

Líquido Diluído

EPS *

Perda líquida da Schlumberger (base GAAP) US$ 17 US$ 98 US$ (7) US$ (74) US$ (0,05)
Ajuste de valor justo da nota promissória e outros 510 - 12 498 0,36
Fusões e integrações 81 17 - 64 0,05
Lucro líquido da Schlumberger, excluindo encargos e créditos US$ 608 US$ 115 US$ 5 US$ 488 US$ 0,35
Seis meses de 2017
Antes dos impostos Impostos

Encerrados.

Juros

Líquido Diluído

EPS *

Lucro líquido da Schlumberger (base GAAP) US$ 351 US$ 148 (US$ 2) US$ 205 US$ 0,15
Ajuste de valor justo da nota promissória e outros 510 - 12 498 0,36
Fusões e integrações 164 31 - 133 0,10
Lucro líquido da Schlumberger, excluindo encargos e créditos US$ 1.025 US$ 179 US$ 10 US$ 836 US$ 0,60

* Não adicionar devido ao arredondamento

Não houve encargos ou créditos durante o primeiro trimestre de 2018.

Seguimentos

(em milhões)
Três meses encerrados em
30 de junho de 2018 31 de março de 2018 30 de junho de 2017
Receita

Resultados

Antes

Impostos

Receita

Resultados

Antes

Impostos

Receita

Resultados

Antes

Impostos

Caracterização de reservatórios US$ 1.636US$ 350 US$ 1.556 US$ 307 US$ 1.759 US$ 299
Perfuração 2.234289 2.126 293 2.107 302
Produção 3.257316 2.959 216 2.496 221
Cameron 1.295166 1.310 166 1.265 174
Eliminações e outros (119)(27) (122) (8) (165) (46)
Lucro operacional antes dos impostos 1.094 974 950
Corporativos e outros (239) (225) (242)
Renda de juros(1)11 25 28
Despesa com juros(1)(135) (131) (128)
Encargos e créditos (184) - (591)
US$ 8.303US$ 547 US$ 7.829 US$ 643 US$ 7.462 US$ 17
(em milhões)
Seis meses concluídos
30 de junho de 2018 30 de junho de 2017
Receita

Resultados

Antes

Impostos

Receita

Resultados

Antes

Impostos

Caracterização de reservatórios US$ 3.192US$ 657 US$ 3.377 US$580
Perfuração 4.360582 4.092 531
Produção 6.216532 4.683 331
Cameron 2.605332 2.494 336
Eliminações e outros (242)(35) (290) (71)
Lucro operacional antes dos impostos 2.068 1.707
Corporativos e outros (464) (480)
Renda de juros(1)36 52
Despesa com juros(1)(266) (254)
Encargos e créditos (184) (674)
US$ 16.131US$ 1.190 US$ 14.356 US$ 351

(1) Exclui juros incluídos nos resultados do Seguimento.

Informações complementares

1)

Qual é a orientação capex para o ano inteiro de 2018?

O Capex (excluindo investimentos multicliente e SPM) para todo o ano de 2018 deverá ser de aproximadamente US$ 2 bilhões, semelhante aos níveis de 2017 e 2016.

2)

Qual foi o fluxo de caixa operacional para o segundo trimestre de 2018?

O fluxo de caixa das operações atingiu US$987 milhões no segundo trimestre de 2018 e incluiu cerca de US$84 milhões em indenizações durante o trimestre.

3)

Qual foi o fluxo de caixa das operações para o primeiro semestre de 2018?

O fluxo de caixa das operações atingiu US$1.6 bilhões no primeiro semestre de 2018 e incluiu cerca de US$160 milhões em indenizações.

4)

O que foi incluído em "Juros e outras receitas, líquido" para o segundo trimestre de 2018?

"Juros e outros rendimentos" para o segundo trimestre de 2018 atingiu US$40 milhões. Esse valor foi composto por ganhos com investimentos de método de equivalência patrimonial de US$28 milhões e renda de juros de US$12 milhões.

5)

Como as receitas de juros e as despesas com juros mudaram durante o segundo trimestre de 2018?

A renda de juros de US$ 12 milhões reduziu US$ 16 milhões, sequencialmente. As despesas com juros, de US$ 144 milhões, esteve inalterada sequencialmente.

6)

Qual é a diferença entre o lucro operacional antes dos impostos e o lucro consolidado antes dos impostos da Schlumberger?

A diferença consiste, principalmente, de itens corporativos, encargos e créditos e renda sobre juros e despesas com juros não alocados aos segmentos, bem como despesas de compensação baseadas nas ações, despesas com amortização associadas a alguns ativos intangíveis, algumas iniciativas gerenciadas de modo centralizado e outros itens não operacionais.

7)

Qual foi a taxa de impostos efetiva (effective tax rate, ETR) para o segundo trimestre de 2018?

A ETR para o segundo trimestre de 2018 calculada de acordo com GAAP foi de 19,3%, em comparação com 17,6% para o primeiro trimestre de 2018. O ETR para o segundo trimestre de 2018, incluindo encargos e créditos, foi de 17,2%. Não houve encargos ou créditos durante o primeiro trimestre de 2018.

8)

Quantas ações ordinárias estavam em circulação em 30 de junho de 2018 e qual foi a sua alteração a partir do fim do trimestre anterior?

Havia 1.384 bilhão de ações ordinárias em circulação em 30 de junho de 2018. A tabela a seguir mostra a alteração no número de ações em circulação entre 31 de março de 2018 e 30 de junho de 2018.
(em milhões)
Ações em circulação em 31 de março de 2018 1.385
Ações emitidas aos beneficiários, menos as ações permutadas -
Aquisição de ações restritas -
Ações emitidas de acordo com o plano de compra de ações de funcionários -
Programa de recompra de ações (1)
Ações em circulação em 30 de junho de 2018 1.384

9)

Qual foi a média ponderada do número de ações em circulação durante o segundo trimestre de 2018 e o primeiro trimestre de 2018 e como isso é conciliado com o número médio de ações em circulação, presumindo a diluição usada no cálculo dos ganhos diluídos por ação das operações contínuas, excluindo encargos e créditos?

O número médio ponderado de ações em circulação durante o segundo trimestre de 2018 foi de 1.384 bilhão e de 1.385 bilhão durante o primeiro trimestre de 2018.
Abaixo está uma conciliação da média ponderada de ações em circulação com relação ao número médio de ações em circulação, presumindo a diluição usada no cálculo do lucro diluído por ação, excluindo encargos e créditos.
(em milhões)

Segundo trimestre

2018

Primeiro trimestre

2018

Média ponderada de ações em circulação 1.384

1.385
Exercício presumido de opções de compra de ações 1

2
Ações restritas não adquiridas 7

7
Média de ações em circulação, assumindo diluição 1.392

1.394

10)

O que são os projetos de gerenciamento de produção da Schlumberger (Schlumberger Production Management, SPM) e como a Schlumberger reconhece a receita proveniente desses projetos?

Projetos de SPM são aqueles concentrados no desenvolvimento e na coadministração de produção em nome dos clientes da Schlumberger sob contratos de longo prazo. A Schlumberger investirá seus próprios serviços, produtos e, em alguns casos, dinheiro em atividades de desenvolvimento e operações de campo. Apesar de, em certos acordos, a Schlumberger reconhecer a receita e ser paga por uma porção dos serviços ou produtos que fornece, em geral, a Schlumberger não será paga quando prestar seus serviços ou na entrega de seus produtos. Em vez disso, a Schlumberger reconhece a receita e é remunerada com base no fluxo de caixa gerado ou com base na taxa por barril. Isso pode incluir certos acordos em que a Schlumberger só é compensada com base em produção incremental que ajuda a entregar acima de uma linha de base mutualmente acordada.

11)

Como os produtos e serviços da Schlumberger investidos em projetos de SPM são levados em conta?

Receita e custos correlatos são registrados no respectivo seguimento da Schlumberger para serviços e produtos que cada seguimento fornece para os projetos de SPM da Schlumberger. Essa receita (que é baseada em preços concorrentes) e o lucro relacionado são então eliminados através de um ajuste inter empresarial que é incluído na linha "Eliminações e outros" (Note que a linha "Eliminações e outros" inclui outros itens além das eliminações SPM). O custo direto associado com o fornecimento de serviços ou produtos pela Schlumberger aos projetos SPM é então capitalizado na folha de balanço.

Esses investimentos capitalizados, que podem ser feitos na forma de caixa, além dos custos diretos anteriormente mencionados, são despesas na declaração de rendimentos, quando a produção relacionada é obtida e a receita associada é reconhecida. Essa despesa de amortização é baseada nas unidades do método de produção, onde cada unidade recebe uma porção proporcional dos custos não amortizados com base na produção total estimada.

A receita de SPM junto com a amortização dos investimentos capitalizados e outros custos operacionais incorridos no período são refletidos no Grupo de Produção.

12)

Qual era o saldo não amortizado de investimentos da Schlumberger em projetos de SPM em 30 de junho de 2018 e como isso mudou, em termos de investimento e amortização, quando comparado com 31 de março de 2018?

O saldo não amortizado do investimentos da Schlumberger nos projetos SPM foi de aproximadamente US$ 4,1 bilhões em 30 de junho de 2018 e 31 de março de 2018. Esses valores foram incluídos em Outros ativos no Balanço patrimonial consolidado condensado da Schlumberger. A alteração do saldo não amortizado dos investimentos da Schlumberger nos projetos de SPM foi da seguinte forma:

(em milhões)
Balanço em 31 de março de 2018 US$ 4.112
Investimentos de SPM 194
Amortização do investimento de SPM (135)
Tradução e outros (95)
Balanço em 30 de junho de 2018 US$ 4.076

13)

Qual foi o valor de vendas multicliente WesternGeco no segundo trimestre de 2018?

As vendas multicliente, incluindo as taxas de transferência foram de US$117 milhões no segundo trimestre de 2018 e US$119 milhões no primeiro trimestre de 2018.

14)

Qual era a pendência da WesternGeco ao final do segundo trimestre de 2018?

A pendência da WesternGeco que é baseada nos contratos assinados com os clientes era de US$317 milhões no final do segundo trimestre de 2018. Era de US$358 milhões ao final do primeiro trimestre de 2018.

15)

Em quanto ficaram os pedidos e pedidos pendentes dos negócios de Sistemas de Perfuração e OneSubsea da Cameron?

Os pedidos e pedidos pendentes de Drilling Systems e OneSubsea foram conforme descrito abaixo:
(em milhões)
Pedidos

Segundo trimestre

2018

Primeiro trimestre

2018

OneSubsea US$312 US$ 329
Drilling Systems US$288 US$ 218
Pedidos pendentes (no final do período)
OneSubsea US$ 1.654 US$2.002

Drilling Systems

US$482 US$398
Sobre a Schlumberger

A Schlumberger é a maior fornecedora mundial de tecnologia para caracterização, perfuração, produção e processamento de reservatórios para o setor de petróleo e gás. Atuando em mais de 85 países e com aproximadamente 100 mil funcionários de mais de 140 nacionalidades, a Schlumberger oferece a mais ampla variedade de produtos e serviços do mercado, da exploraçãoàprodução, além de soluções integradas "do poço ao oleoduto" que otimizam a recuperação de hidrocarbonetos para proporcionar desempenho de reservatório.

A Schlumberger Limited tem escritórios principais em Paris, Houston, Londres e Haia, e informou receitas de US$ 30,44 bilhões em 2017. Para obter mais informações, acesse www.slb.com.

*Marca da Schlumberger ou das empresas Schlumberger.

?Japan Oil, Gas and Metals National Corporation (JOGMEC), anteriormente Japan National Oil Corporation (JNOC) e a Schlumberger colaboraram em um projeto de pesquisa para desenvolver tecnologia de registro enquanto perfura (logging while drilling, LWD) que reduz a necessidade de produtos químicos tradicionais. Projetado ao redor do gerador de neutros pulsado (pulsed neutron generator, PNG), o serviço EcoScope usa tecnologia que resultou dessa colaboração. O PNG e o conjunto abrangente de medições em um único colar são os componentes-chave do serviço EcoScope, que fornece a revolucionária tecnologia LWD.

Observações

A Schlumberger realizará uma teleconferência para discutir o comunicado àimprensa e o panorama comercial na sexta-feira, 20 de julho de 2018. A chamada está programada para começar às 8h30m. Horário da zona leste dos EUA (ET). Para acessar a teleconferência, que é aberta ao público, entre em contato com o operador da teleconferência pelo telefone +1 (800) 288-8967 na América do Norte ou +1 (612) 333-4911 fora da América do Norte, cerca de dez minutos antes do horário de início agendado para a conferência. Peça para participar da "Schlumberger Earnings Conference Call". Na conclusão da teleconferência, uma repetição de áudio estará disponível até 20 de agosto de 2018, ligando para +1 (800) 475-6701 na América do Norte, ou +1 (320) 365-3844 fora da América do Norte e informando o código de acesso 449359. A teleconferência será transmitida pela internet simultaneamente em www.slb.com/irwebcast apenas com áudio. Uma gravação do webcast também estará disponível no mesmo site até 31 de agosto de 2018.

Este comunicado sobre os lucros do segundo trimestre de 2018, bem como outras declarações que fazemos, contêm "declarações prospectivas" de acordo com o significado a elas atribuido nas leis federais sobre valores mobiliários, que incluem declarações que não são fatos históricos, como nossas previsões ou expectativas com relação ao panorama de negócios; crescimento da Schlumberger como um todo e cada um dos seus segmentos (e produtos e áreas geográficas específicas dentro de cada segmento); procura de petróleo e gás natural e o crescimento da produção; os preços do petróleo e do gás natural; melhorias nos procedimentos operacionais e nas tecnologias, inclusive nosso programa de transformação; despesas de capital pela Schlumberger e pelo setor de petróleo e gás; estratégias do negócio dos clientes da Schlumberger; os efeitos da reforma fiscal dos EUA; nossa taxa fiscal efetiva; o sucesso dos projetos SPM, joint ventures e alianças da Schlumberger; condições econômicas globais futuras e resultados futuros das operações. Essas declarações estão sujeitas a riscos e incertezas, inclusive, entre outros, condições econômicas globais; mudanças nos gastos com produção e exploração pelos clientes da Schlumberger e mudanças no nível de desenvolvimento e exploração de petróleo e gás natural; condições gerais econômicas, políticas e comerciais em importantes regiões do mundo; riscos cambiais; pressão de preços; fatores climáticos e sazonais; atrasos, modificações ou cancelamentos operacionais; queda de produção; mudanças nas normas regulatórias e governamentais, inclusive as associadas com exploração de gás e petróleo offshore, fontes radioativas, explosivos, produtos químicos, serviços de fraturamento hidráulico e iniciativas relacionadas com o clima; a incapacidade da tecnologia de atender aos novos desafios da exploração e outros riscos e incertezas detalhados neste comunicado de lucros do segundo trimestre de 2018 e em nossos mais recentes formulários 10-K,10-Q e 8-K protocolados ou enviadosàComissão de Valores Mobiliários dos EUA (Securities and Exchange Commission, SEC). Se um ou mais desses ou outros riscos ou incertezas se materializarem (ou as consequências de tais mudanças de desenvolvimento), ou se nossas premissas subjacentes se mostrarem incorretas, os resultados reais podem divergir materialmente dos refletidos em nossas declarações prospectivas. A Schlumberger descarta qualquer intenção ou obrigação de atualizar ou revisar tais declarações, seja como resultado de novas informações, eventos futuros ou qualquer outra razão.

O texto no idioma original deste anúncio é a versão oficial autorizada. As traduções são fornecidas apenas como uma facilidade e devem se referir ao texto no idioma original, que é a única versão do texto que tem efeito legal.

Contato:
Schlumberger Limited

Simon Farrant - Vice-presidente de relações com investidores

Joy V. Domingo - Schlumberger Limited, gerente de relações com investidores

Escritório +1 (713) 375-3535

investor-relations@slb.com

Fonte: BUSINESS WIRE

Copyright © 2020 - Todos os direitos reservados para o Grupo Estado.

As notícias e cotações deste site possuem delay de 15 minutos.
Termos de uso
Inscreva-se!
Receba no seu email newsletters e informações sobre nossos produtos