Releases
12/12/2017 17:51

Doenças respiratórias no verão causam preocupação, veja como se prevenir


Atibaia - SP--(DINO - 12 dez, 2017) - O verão é sinônimo de muito calor e é comum que as pessoas aproveitem essa época para ir à praia ou viajar. No entanto, há muitas pessoas que não aproveitam esse período simplesmente por ficarem doentes, isso é causado pelo tempo seco e quente. As constantes chuvas de verão não são suficientes para manter o tempo úmido, visto que às altas temperaturas fazem com que a água da chuva evapore e deixe o tempo seco. O vento também é prejudicado pelo calor da estação e o mormaço que impedem o deslocamento das correntes de ar. Pode parecer algo comum e inofensivo, mas esse comportamento da natureza contribui muito para o desenvolvimento de doenças respiratórias e até mesmo graves infecções.
Dados do IBGE indicam que doenças respiratórias crônicas afetam cerca de 40% da população brasileira como sinusite, asma, bronquite e faringite. Outras doenças que afetam grande parte da população são amigdalite, gripe e resfriado. Essas são as mais comuns no verão e a maioria não tem uma cura definitiva, mas sim um tratamento de prevenção. Do contrário, podem levar ao desenvolvimento de um tumor.

Algumas formas para se prevenir no verão é continuar o tratamento de algumas doenças para que não saiam do controle. Se for possível no trabalho, abra as janelas para que o local não fique abafado, este é um bom recurso para evitar crises de asma ou sinusite, além de impedir que qualquer vírus circule pelo ar do ambiente.

Como muitos ficam de férias no verão, é comum pessoas irem para casa de praia, para aproveitar o calor. Mas é preciso tomar cuidado com as casas que passam boa parte do ano fechadas, sem nenhum tipo de ventilação. A poeira e fungos podem se acumular e trazer grandes danos aos alérgicos, assim é recomendado sempre deixar a casa arejada por uma semana ou três dias antes de usá-la. Roupas de cama que ficam muito tempo guardadas também são nocivas à saúde de quem possui doenças respiratórias. Lençóis e fronhas devem ser lavadas antes de serem usadas.

Mudanças repentinas de temperaturas irritam as mucosas e dão início a doenças respiratórias. Por isso é muito importante evitar sair de lugares muito quentes para entrar em lugares muito frios com frequência, pessoas com rinite, sinusite, asma e bronquite são as que mais sofrem com esse choque térmico.

Especialistas aconselham que também se tenha muito cuidado com aparelhos de ar condicionado. "A falta de manutenção pode fazer com que muitas bactérias se alastrem no interior da máquina, e que sejam propagados no ambiente quando o ar condicionado é ligado, além disso, a manutenção aumenta a vida útil do produto", explica a Alkamac , fornecedora de equipamentos para de limpeza de ar condicionado .

A limpeza tem que ser em lugares certos e específicos, para que a eliminação dos micróbios seja completa. "A troca de filtros e a limpeza dos dutos de ventilação são sempre o mais importantes na manutenção do ar-condicionado, pois são neles em que os fungos se instalam.", complementa a empresa.

Cuidar da saúde é algo importante, principalmente nos dias quentes de verão. Manter locais limpos e livre de bactérias são a base para evitar que as doenças respiratórias atrapalhem as tarefas do dia a dia e o lazer nos dias de férias.


Website: https://www.alkamac.com.br/

Copyright © 2022 - Todos os direitos reservados para o Grupo Estado.

As notícias e cotações deste site possuem delay de 15 minutos.
Termos de uso
Siga nossas redes: