Agronegócios
10/07/2020 10:08

Portos do Paraná: exportações de soja crescem 59% no 1sem ante 1sem19, para 9,2 mi de t


Por Clarice Couto

São Paulo, 10/07/2020 - As exportações de soja pelos portos de Paranaguá e Antonina, no Paraná, aumentaram 59% no primeiro semestre de 2020 em comparação com igual período do ano passado, somando 9,2 milhões de toneladas. Entre janeiro e junho de 2019, 5,8 milhões de toneladas do grão tinham sido embarcadas pelos portos paranaenses, segundo nota da Portos do Paraná. Os embarques ao exterior da oleaginosa representaram 33% de toda a movimentação de cargas até junho pelos portos do Estado.

Outro produto agrícola cujas exportações cresceram de forma expressiva foi o açúcar. Entre janeiro e junho deste ano, mais de 1,5 milhão de toneladas, em saca e a granel, foi carregado nos portos paranaenses, 70% a mais do que no intervalo correspondente de 2019. As exportações de óleo de soja em 2020 superaram em 45% o volume dos seis primeiros meses do ano passado, chegando a 631,4 mil toneladas.

Entre as importações de cargas por Paranaguá e Antonina, os destaques foram carga geral, cujo volume importado de janeiro a junho foi 12% superior ao apurado no primeiro semestre do ano passado, e fertilizantes, que cresceu 8% na mesma base de comparação. Os adubos foram os principais granéis sólidos importados pelo Paraná - até junho, 4,4 milhões de toneladas de produto tinham chegado ao Brasil pelos terminais do Estado.

A movimentação de cargas por contêineres cresceram 6% de janeiro a junho, chegando a 446.556 TEUs (unidade equivalente a um contêiner de 20 pés), dos quais 230.179 importados (9% a mais do que no primeiro semestre de 2019) e 216.377 exportados (avanço de 4%). Das cargas importadas, 101.763 TEUs eram de adubos, e das exportadas, 31.713 TEUs eram de carnes de aves congeladas. Outros produtos agrícolas embarcados ao exterior por contêineres neste primeiro semestre foram celulose (7.310 TEUs), soja (6.545 TEUs), carne bovina congelada (5.419 TEUs) e farelo de soja (3.051 TEUs).

Considerando todos os tipos de cargas, os portos de Paranaguá e Antonina movimentaram 28,1 milhões de toneladas no primeiro semestre, 13% acima do registrado em igual período de 2019, de 25 milhões de toneladas. O crescimento mais expressivo foi o das exportações, 18%, alcançando 18,5 milhões na primeira metade deste ano.

"Tivemos um semestre excelente para a atividade portuária. O dólar alto (ante o real), a grande demanda por grãos e o tempo seco favoreceram as exportações", disse na nota o diretor-presidente da Portos do Paraná, Luiz Fernando Garcia. "Os cuidados adotados no combate ao coronavírus foram essenciais para dar a segurança necessária para produtores, compradores e trabalhadores, de que o porto continuaria funcionando”, acrescentou.

As importações de produtos também aumentaram no semestre, mas em menor proporção, 4%, totalizando 9,6 milhões de toneladas descarregadas nos portos de Paranaguá e Antonina.

Contato: clarice.couto@estadao.com
Para ver esta notícia sem o delay assine o Broadcast Agro e veja todos os conteúdos em tempo real.

Copyright © 2020 - Todos os direitos reservados para o Grupo Estado.

As notícias e cotações deste site possuem delay de 15 minutos.
Termos de uso
Inscreva-se!
Receba no seu email newsletters e informações sobre nossos produtos