Economia & Mercados
16/11/2017 21:45

Oi: empresas em recuperação judicial geram R$ 182 mi em caixa operacional


As empresas do Grupo Oi que estão em recuperação judicial registraram uma Geração de Caixa Operacional Líquida de R$ 182 milhões em setembro, praticamente o triplo do registrado em agosto, quando estas companhias geraram R$ 61 milhões. Segundo as informações divulgadas pelo escritório de advocacia Arnoldo Wald, administrador judicial do processo de recuperação, essa melhora é resultante principalmente da queda dos investimentos em setembro.

Na conta de recebimentos, a Oi totalizou um fluxo de R$ 2,682 bilhões em setembro, queda de 9,7% em relação a agosto. Segundo o relatório, o destaque no mês foram a queda de 6% nos recebimentos de clientes, para R$ 1,873 bilhão. Todas as demais rubricas na conta de Recebimentos tiveram variação negativa, exceto a de Serviços de Uso de Rede, que, segundo a companhia, aumentou por conta de características sazonais.

No fluxo de pagamentos houve uma queda de 10,9% em setembro ante agosto, para R$ 2,21 bilhões. Segundo a Oi, a principal responsável pelo resultado foi a rubrica Fornecedores de Materiais/Serviços, com recuo mensal de 17%, para R$ 1,448 bilhão. Houve redução nos pagamentos intercompany, segundo o relatório. Já em Tributos, houve uma alta de 11% nos pagamentos, para R$ 655 milhões.

Já os investimentos tiveram redução de 32% em setembro ante agosto, para R$ 290 milhões. O volume de investimentos acumulados até setembro é de R$ 3,258 bilhões. A Oi destaca principalmente as quedas de R$ 47 milhões nos aportes na Telemar, e de R$ 75 milhões na Oi Móvel.

Com isso, o saldo final de Caixa Financeiro das empresas em recuperação da Oi chegou a R$ 7,524 bilhões, maior patamar desde o início do processo de recuperação judicial, em junho de 2016.
Para ver esta notícia sem o delay contrate um dos produtos Broadcast e veja todos os conteúdos em tempo real.

Copyright © 2017 - Todos os direitos reservados para o Grupo Estado.

As notícias e cotações deste site possuem delay de 15 minutos.
Termos de uso
Inscreva-se!
Receba no seu email newsletters e informações sobre nossos produtos