Economia & Mercados
22/11/2017 16:51

Crescimento do grupo é prioritariamente no Brasil, diz presidente da CCR


O diretor presidente da CCR, Renato Alves Vale, afirmou nesta quarta-feira, 22, que, embora as divisões de negócios do grupo venham avaliando diversas oportunidades no mercado internacional, o foco de crescimento da companhia está no Brasil. Ainda segundo o executivo, a CCR está comandando "atentamente" estudos tanto no mercado primário quanto secundário.

"Somos cuidadosos, não queremos abrir mão da disciplina de capital", disse Vale, durante o CCR Day, lembrando que a companhia realizou uma oferta subsequente de ações R$ 4,07 bilhões em fevereiro e ainda não chegou a uma "decisão certa" de onde investirá os recursos.

Na divisão de Rodovias da CCR, estão sendo estudadas a Rodovia de Integração Sul (RS), a BR 101 (SC), e a BR 364 (GO-MG), além de concessões estaduais, como o trecho de 364 quilômetros em Montes Claros (MG).

Fora do País, a CCR avalia leilões no Chile, um "mercado consolidado com forte histórico de cumprimento do planejamento", afirma a companhia, em cidades como Santiago e Valparaiso. Há possibilidade de negócios também na Argentina, Colômbia e Peru.

Na área de Mobilidade, estão no radar da CCR algumas linhas de metrô em São Paulo - como as 5 e 17, cujo processo licitatório está atualmente suspenso, e a linha 15 - e outras oportunidades desse modal em outras capitais, como Belo Horizonte e Brasília.

A companhia tem interesse também em participar de PPPs com a CPTM na capital paulista, como no caso das linhas 8 e 9. No exterior, a companhia está de olho nos metrôs de Bogotá, Lima e Buenos Aires.
Para ver esta notícia sem o delay contrate um dos produtos Broadcast e veja todos os conteúdos em tempo real.

Copyright © 2017 - Todos os direitos reservados para o Grupo Estado.

As notícias e cotações deste site possuem delay de 15 minutos.
Termos de uso
Inscreva-se!
Receba no seu email newsletters e informações sobre nossos produtos