Economia & Mercados
15/02/2020 17:01

Bolsonaro: Quase todos os pedágios podiam ter aumentos de 90%, 80% do IPCA


Por Denise Luna

Rio, 15/02/2020 - O presidente Jair Bolsonaro disse que ontem e hoje inaugurou obras no Brasil que ainda eram de governos anteriores, mas que pretende nas próximas licitações de rodovias no País que os pedágios tenham ajustes menores do que nos contratos passados.

"Quase todos os pedágios extrapolam preços, podia ter aumentos (de preços) de 90%, 80% do IPCA", disse durante a cerimônia de inauguração de um trecho da ponte Rio-Niterói e comparando com os ajustes atuais que são da totalidade do IPCA.

Bolsonaro disse que o País precisa de agências reguladoras fortes e criticou a indicação "de um energúmeno" para uma agência reguladora recentemente, referindo-se, sem citar nomes, ao governador do Rio de Janeiro, Wilson Witzel, seu inimigo político, que indicou para a Agência Reguladora de Energia e Saneamento Básico (Agenersa) um executivo que não soube responder na sabatina perguntas como as quais seriam as funções da agência.

Bolsonaro encerrou o discurso referindo-se novamente aos generais que construíram a ponte Rio-Niterói (Costa e Silva e Emílio Garrastazu Médici, ambos presidentes durante o regime militar), afirmando que "o Brasil não existiria se não fossem os militares".

A declaração ocorre na semana em que nomeou mais um militar para cargos próximos à presidência, ao substituir o chefe da Casa Civil Onyx Lorenzoni por um militar, o general Braga Netto.

Contato: denise.luna@estadao.com
Para ver esta notícia sem o delay assine o Broadcast+ e veja todos os conteúdos em tempo real.

Copyright © 2020 - Todos os direitos reservados para o Grupo Estado.

As notícias e cotações deste site possuem delay de 15 minutos.
Termos de uso
Inscreva-se!
Receba no seu email newsletters e informações sobre nossos produtos