Economia & Mercados
13/12/2019 16:22

Abear critica taxa de preservação ambiental para voos em Guarulhos


por Ana Luiza de Carvalho

São Paulo, 13/12/2019 - A Associação Brasileira das Empresas Aéreas (Abear) se posicionou contrária a um projeto de lei apresentado pela prefeitura de Guarulhos que propõe uma taxa de Preservação Ambiental a todos os voos que operam no Aeroporto Internacional André Franco Montoro. O objetivo seria compensar danos ambientais e sonoros e a tarifa seria aplicada a todos os voos, com exceção das aeronaves militares.

Em entrevista ao Broadcast, o presidente da Abear, Eduardo Sanovicz, afirmou que uma eventual taxação seria prejudicial ao mercado. A tarifa vinha sendo ventilada pelo governo de Guarulhos desde abril deste ano e prevê arrecadação de R$ 300 milhões anuais ao município, partindo de uma tarifa de R$ 10 para cada tonelada da aeronave.

“O projeto de lei liga toneladas a custo de taxa, o que além de não fazer sentido é uma atitude que poderia afastar o Brasil das práticas internacionais. A gente sabe que no fim do dia esses valores representam mais custo de operação”, defende Sanovicz.

Ele afirma que a medida vai na contramão do incentivo dado à aviação pelo governo estadual com a redução da alíquota da querosene de aviação, que passou de 25% para 12%. “Em contrapartida havíamos nos comprometido em criar 490 novos voos semanais entre São Paulo e o restante do País, e boa parte desses voos está em Guarulhos”, explica.

Sanovicz afirma ainda que o texto seria inconstitucional, já que aviação é uma competência da União, ou seja, não caberia regulamentação municipal. “Não há nenhuma possibilidade de uma prefeitura instituir taxas sobre a aviação, isso é de responsabilidade da Anac”, afirmou.

De acordo com ele, a Abear e as empresas associadas à entidade não foram consultadas oficialmente pelo poder público. "Estamos disponíveis ao diálogo", afirmou.

Contato: ana.monteiro@estadao.com
Para ver esta notícia sem o delay assine o Broadcast+ e veja todos os conteúdos em tempo real.

Copyright © 2020 - Todos os direitos reservados para o Grupo Estado.

As notícias e cotações deste site possuem delay de 15 minutos.
Termos de uso
Inscreva-se!
Receba no seu email newsletters e informações sobre nossos produtos