Economia & Mercados
18/10/2021 09:17

Captações: CI&T vai fazer IPO na NYSE e busca recursos para financiar investimento e aquisições


Por Altamiro Silva Júnior

São Paulo, 18/10/2021 - A companhia de tecnologia CI&T, com sede em Campinas (SP), teve o prospecto preliminar de sua abertura de capital (IPO, na sigla em inglês) divulgado pela Securities and Exchange Commission (SEC), que regula o mercado de capitais dos Estados Unidos, conforme antecipado pela Coluna do Broadcast. A CI&T pretende fazer a listagem das ações na Bolsa de Valores de Nova York (NYSE) e não na Nasdaq, como chegou a ser ventilado.

O documento fala em oferta de US$ 100 milhões, mas a expectativa é que seja maior, ficando em US$ 300 milhões a US$ 400 milhões. O próprio prospecto observa que o valor de US$ 100 milhões da captação foi estimado apenas para calcular a taxa de registro, conforte exigido pela regulação americana.

O prospecto não menciona faixa de preço para a venda das ações e nem datas para a oferta. A expectativa é que a operação ocorra em 30 dias.

Os bancos que estão liderando o IPO são Citi e Goldman Sachs. JPMorgan, Morgan Stanley, Itaú BBA, BofA Securities e Bradesco BBI também participam da operação. As ações serão listadas com o símbolo "CINT".

"Estamos focados na expansão geográfica, particularmente na América do Norte e Europa", afirma a empresa no prospecto. No primeiro semestre, 51% da sua receita líquida veio de clientes nessas duas regiões. A CI&T se internacionalizou muito nos últimos anos, por isso a ideia de lançar ações em Nova York. Já está presente, além da América do Sul, na China, Japão, Austrália, Reino Unido, Estados Unidos e Canadá.

Fundada em 1995 pelo empreendedor Cesar Gon, a CI&T tem entre seus acionistas o fundo de private equity Advent, que deve vender parte de suas ações no IPO. O fundo tem ao redor de 30% da empresa, por meio de veículos de investimento.

Os recursos captados no IPO devem ajudar a empresa a bancar seus planos de crescimento, inclusive via fusões e investimento em outros negócios e tecnologias. O foco da CI&T é ajudar empresas a fazer sua transformação digital. Com a pandemia, muitas firmas tiveram que acelerar este processo.

O prospecto destaca que a companhia tem tido crescimento de dois dígitos do faturamento. A receita líquida teve alta de 36% no primeiro semestre de 2021 quando comparado ao mesmo período de 2020, para R$ 611,6 milhões. Em termos anuais, a expansão foi de 41% em 2020 ante 2019, para perto de R$ 1 bilhão.

A SEC tornou público agora todos os documentos enviados anteriormente pela CI&T sobre a operação. O primeiro rascunho do prospecto foi enviado em julho. Em setembro, nova versão foi submetida ao regulador.

Contato: altamiro.junior@estadao.com
Para ver esta notícia sem o delay assine o Broadcast+ e veja todos os conteúdos em tempo real.

Copyright © 2021 - Todos os direitos reservados para o Grupo Estado.

As notícias e cotações deste site possuem delay de 15 minutos.
Termos de uso
Inscreva-se!
Receba no seu email newsletters e informações sobre nossos produtos