Política
10/12/2019 16:11

Renan Calheiros diz no Twitter que é necessário afastar Dallagnol


Por Gregory Prudenciano

São Paulo, 10/12/2018 - O senador Renan Calheiros (MDB-AL) afirmou há pouco, no Twitter, que "não basta" advertir o procurador Deltan Dallagnol, coordenador da Operação Lava Jato em Curitiba, mas que é necessário "afastá-lo, a exemplo do que faria a Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) com (o ex-procurador-geral da República, Rodrigo) Janot, se ele não pedisse para sair".

O Conselho Nacional do Ministério Público (CNMP) abriu, nesta terça-feira, 10, um novo processo administrativo-disciplinar contra o Dallagnol. Os conselheiros basearam-se em uma reclamação feita por Renan Calheiros, para quem Dallagnol teria praticado atividade político-partidária, o que é vedado a integrantes do MP, se posicionando contra a candidatura do senador a presidente do Senado, em publicações feitas no Twitter.

Para o corregedor nacional do MP, Orlando Rochadel, "evidenciou-se nítida manifestação de cunho político" por parte de Dallagnol, o que mereceria "reprimenda por parte deste Conselho Nacional do Ministério Público". O procurador da Lava Jato pode receber a pena de ser advertido ou censurado, o que não deve gerar maiores consequências. Dallagnol já havia sido advertido pelo mesmo CNMP por ter dito que ministros do Supremo Tribunal Federal (STF) teriam mandado "uma mensagem muito forte de leniência a favor da corrupção".

Contato: gregory.prudenciano@estadao.com
Para ver esta notícia sem o delay assine o Broadcast Político e veja todos os conteúdos em tempo real.

Copyright © 2020 - Todos os direitos reservados para o Grupo Estado.

As notícias e cotações deste site possuem delay de 15 minutos.
Termos de uso
Inscreva-se!
Receba no seu email newsletters e informações sobre nossos produtos