Política
26/11/2021 11:51

José Aníbal: crise hídrica deve se agravar e alta da conta de luz em 2022 pode afetar Bolsonaro


Por Bruno Luiz, Marlla Sabino e Sofia Aguiar

Salvador, São Paulo e Brasília, 25/11/2021 - O senador José Aníbal (PSDB-SP) afirmou nesta quinta-feira (25) que a crise hídrica pode se agravar em 2022 e cobrou que o governo federal tenha ações mais efetivas para minimizar os efeitos da escassez de chuvas.

Segundo o senador, a perspectiva é de que haja aumento de até 21% no preço da energia em 2022. Na avaliação dele, a situação pode prejudicar os planos de reeleição do presidente Jair Bolsonaro. "Aumento em ano eleitoral não é boa notícia para o governo", disse.

O parlamentar, que é relator da comissão temporária do Senado que investigará as causas e efeitos da crise hídrica, a pior já registrada no País, participa de edição da Live Broadcast, da Agência Estado, nesta quinta-feira, 25.

Aníbal comparou a reação do governo Fernando Henrique Cardoso em 2001, quando o Brasil também viveu com a falta de chuvas, e a da gestão Bolsonaro. Na avaliação do senador, "agora, a coisa está meio largada".

"Não tenho mais dúvida de que vivemos uma crise hídrica que pode se agravar. Não há horizonte de melhora, é horizonte de piora. Se houver repique, temos que correr contra o tempo. Em 2001, quando o governo foi informado da crise, houve ação forte. Agora, a gente vê a coisa meio largada", pontuou o senador.

Ainda segundo ele, ações como as pregadas pelo presidente Jair Bolsonaro, como reduzir o consumo de energia, têm pouco impacto para mitigar a crise. O senador afirmou que o País superou a marca dos 50% do uso de energia não-renovável na matriz energética.

"O que resolve é ter planejamento, eficiência e rapidez da resposta. Vimos publicamente o presidente e pedir que o cidadão use menos chuveiro elétrico. É, no meio do tiroteio, pedir que o cidadão se esconda atrás de uma bananeira. Até uma (bola de) gude fura uma bananeira. O presidente precisa dialogar melhor com a sociedade", criticou.

Contatos: brunol.santos@estadao.com; marlla.sabino@estadao.com; sofia.aguiar@estadao.com
Para ver esta notícia sem o delay assine o Broadcast Político e veja todos os conteúdos em tempo real.

Copyright © 2022 - Todos os direitos reservados para o Grupo Estado.

As notícias e cotações deste site possuem delay de 15 minutos.
Termos de uso
Inscreva-se!
Receba no seu email newsletters e informações sobre nossos produtos