PR Newswire Brasil
16/11/2017 13:52

Recolhimento global para criadores alcança recorde de ?9,2 bilhões, diz Relatório CISAC 2017


Recolhimento global para criadores alcança recorde de ?9,2 bilhões, diz Relatório CISAC 2017

PR Newswire

NEUILLY-SUR-SEINE, França, 16 de novembro de 2017 /PRNewswire/ -- O recolhimento global de royalty para criadores alcançou um novo recorde de ?9,2 bilhões anuais, 6% acima em relação ao ano anterior, de acordo com novos números publicados hoje pela Confederação Internacional de Sociedades de Autores e Compositores (CISAC).  

http://mma.prnewswire.com/media/606022/CISAC_French.pdf

http://mma.prnewswire.com/media/606023/CISAC_Spanish.pdf

http://mma.prnewswire.com/media/606025/CISAC_English.pdf

No setor da música, letristas, compositores de música e publishers viram os recolhimentos crescerem 6,8% ? para ?8,0 bilhões ? auxiliados por um aumento de 52% nas receitas digitais. Os recolhimentos para obras de audiovisual e literatura também aumentaram, enquanto houve pequenos declínios nos recolhimentos para as artes visuais e teatro.

As receitas dos usos digitais de todos os repertórios quase triplicaram, desde 2012, e cresceram 51,4% em 2016 para pouco menos de ?1 bilhão ? a taxa de crescimento mais marcante dos últimos cinco anos. Estas foram amplamente geradas pelos serviços de assinatura de streaming. Na casa dos ?948 milhões, o setor digital ainda contabiliza somente 10,4% da renda total, no entanto com receitas em particular contidas pelo parco retorno das plataformas de streaming de vídeo UGC.

Os números foram apresentados hoje no Relatório de Recolhimentos Globais da CISAC 2017 (2017 CISAC Global Collections Report), que colheu e analisou dados de 2016 recebidos de autores membros das sociedades de 123 territórios.

A rede mundial da CISAC, de 239 sociedades, licencia e recolhe royalties em nome de quatro milhões de criadores pelo uso de obras na TV, rádio, background, ao vivo, digital, particular, cópias e outros.  

Ao apresentar o Relatório 2017, o diretor geral da CISAC, Gadi Oron, diz: "O relatório deste ano demonstra que o sistema de gestão coletiva dos direitos dos criadores é robusto, bem-sucedido e está pronto para crescer mais. Os tradicionais grandes fluxos de receita, liderados por retransmissão e apresentação ao vivo, permanecem estáveis e fortes. Royalties digitais continuam a aumentar, e em alguns mercados já superam outras formas de renda. Os números que estamos apresentando hoje refletem os esforços incansáveis de nossas sociedades para ser mais eficientes e inovadoras, e gerar crescimento".

Jean-Michel Jarre, presidente da CISAC e pioneiro da música eletrônica, escreve: "Este é um vasto setor da atividade econômica e cultural, avaliado em impressionantes nove bilhões de euros em todo o mundo. Entretanto, apesar de seu crescimento, os recolhimentos não estão de maneira alguma próximos do nível que deveriam estar. Grandes indústrias que usam conteúdo criativo estão diminuindo o valor de nossas obras. Uma ilustração simples disso é a "transferência de valor" no mercado digital, onde plataformas como o YouTube estão pagando meras migalhas aos autores. Não há prioridade maior a se pedir aos governos hoje em dia do que uma solução para a transferência de valor".

Contato: +33(0)155-620850

Logo - http://mma.prnewswire.com/media/606011/CISAC.jpg

 

FONTE CISAC

Para ver esta notícia sem o delay contrate um dos produtos Broadcast e veja todos os conteúdos em tempo real.

Copyright © 2017 - Todos os direitos reservados para o Grupo Estado.

As notícias e cotações deste site possuem delay de 15 minutos.
Termos de uso
Inscreva-se!
Receba no seu email newsletters e informações sobre nossos produtos