Releases
01/12/2017 10:37

Tecnologia de Analytics movimenta US$ 18,3 bilhões e ganha o centro do mercado empresarial


(DINO - 01 dez, 2017) - A receita gerada pelo mercado de software de Business Analytics (BA) deve chegar a US$ 18,3 bilhões ainda este ano, alta de 7,3% sobre 2016, elevando-se para US$ 22,8 bilhões até 2020, segundo o Gartner. Conforme o CEO da BIMachine, empresa especializada em Business Analytics, Douglas Scheibler, tal crescimento é uma demonstração que, de auxiliar e complementar aos sistemas de gestão, esta tecnologia atingiu o patamar de prioritária entre CEOs e CIOs globais. O executivo cita alguns pontos que explicam esta expansão. "Analytics é considerada a tecnologia de maior impacto para os negócios nos próximos anos, pois melhora o conhecimento sobre os clientes e permite traçar melhores estratégias de atração e fidelização", avalia Scheibler. E corrobora: "Este não é um dado meu, mas sim de uma pesquisa da IT Mídia, e revela preferência das 1 mil maiores empresas respondentes", comenta. A seguir, o especialista elenca outros fatores para o crescimento do Business Analytics no mercado e entre as prioridades corporativas. - BA melhora a tomada de decisão, tanto no que se refere a mercado, quanto ao que é interno das empresas. Dados bem analisados são fonte de informação e conhecimento, aumentando a assertividade das ações em todas as áreas. - Analytics melhora as decisões financeiras. Embora fique um tanto quanto ainda dentro do item anterior, este é um ponto que deve ser tratado em específico, já que a saúde financeira é determinante da sobrevida ou da morte de companhias de qualquer porte ou setor. E ter à mão tecnologia para analisar dados desta área, podendo gerar relatórios que demonstrem situações e cenários, possibilita estabelecer e focar planos mais assertivos, evitando dispêndio de recursos em ações que não trarão retorno ou, pior, gerarão prejuízo futuro. - Analytics melhora a eficiência. Não se trata mais de um projeto: BA passou a ser um item do roadmap geral das empresas, visto que sua aplicação a todas as áreas, incluindo as produtivas e operacionais, permite traçar melhores estratégias e ganhar agilidade e eficiência nos processos. - Amadurecimento do mercado. Ao passo em que a adoção de BA cresce no mundo, a necessidade de fazer parte deste avanço torna-se maior, pelo óbvio: concorrentes que têm tais recursos à sua disposição estão mais preparados dos que os que não os têm. Logo, equipar-se com inteligência analítica de negócio é incrementar a competitividade. "Investir em BI e BA não é mais opcional, é imperativo para competidores de todos os mercados. Alçar empresas a um patamar superior em termos tangíveis e intangíveis, transformando-as em veículos de atração e retenção de clientes em um cenário de disputa acirrada e diária, passa pela estratégia de Analytics", finaliza Scheibler.

Copyright © 2018 - Todos os direitos reservados para o Grupo Estado.

As notícias e cotações deste site possuem delay de 15 minutos.
Termos de uso
Inscreva-se!
Receba no seu email newsletters e informações sobre nossos produtos