Releases
28/05/2020 10:34

A importância do aço inoxidável para o mundo


São Paulo, SP--(DINO - 28 mai, 2020) -
A produção mundial de aço inox aumentou em 2019. É o que diz a International Stainless Steel Forum (ISSF), com dados divulgados em abril. Foram 2,9% a mais com relação ao ano anterior, atingindo 52,2 milhões de toneladas. Desse total, a China foi responsável pelo movimento de 29.400 milhões de toneladas. O Brasil divide espaço com Rússia, África do Sul, Coréia do Sul e Indonésia na produção de 5,6 milhões de aço inoxidável.


Desde 2010, ano após ano, o mercado mundial de inox tem apresentado crescimento. E um fator que contribui amplamente com esse aumento é a durabilidade apresentada nos diferentes tipos do material. Suas propriedades higiênicas e estéticas também fazem do inox atrativo para diversos setores do mercado.


O segredo da resistência à ferrugem está nos pelo menos 10,5% de cromo acrescentados ao ferro e carbono, que cria uma fina camada em sua superfície a qual impede o contato do aço com o ar do ambiente. Outras substâncias são usadas também, em diferentes quantidades, como níquel, o silício e o fósforo.


Essas combinações dão ao inox características mais específicas, como maior ou menor resistência à oxidação, mais ou menos maleabilidade, dentre outros.


A história do inox

 



O inglês Harry Brearley, em 1907, em suas pesquisas para atender uma solicitação de fabricantes de armas, os quais desejavam uma liga mais resistente ao desgaste da explosão interna das armas ao ser disparadas, misturou uma série de metais até perceber que um desses experimentos não suportavam o desgaste, mas também não sofria corrosão por oxigênio.


Por mais que seu objetivo inicial não era esse, Brearley continuou a trabalhar em cima desse achado até perceber que ao combinar aço com 12% de cromo, o processo de oxidação não ocorria.


A descoberta teve aplicação imediata no segmento de cozinha para fabricação de talheres. Feitos em carbono se corroíam com facilidade por causa dos ácidos dos alimentos. Pouco a pouco outras misturas foram sendo testadas e, hoje, o aço inoxidável é usado em todos os segmentos industriais.


A utilização do aço inox na indústria fez história e intensificou-se na década de 50. No Brasil, a primeira – e única até hoje na América Latina – empresa a fabricar esse material foi Acesita – Companhia Aços Especiais de Itabira, em Minas Gerais – hoje Aperam.


Quais são os tipos do aço inox?



Com o tempo, a indústria desenvolveu diversas combinações de aço inox para atender aos segmentos dentro de cada necessidade. São eles:


  • Austenítico 301, 304, 304L, 306, 306L e 316;

  • Ferrítico 430, 409 e 410S;

  • Martensítico (dureza elevada, menor resistência à corrosão) 420 e 410.


A Projinox, referência no segmento de produtos sob medida, explica que o tipo austenítico tem maior resistência à corrosão e, portanto, são ideais para a indústria alimentícia, ferroviária, rodoviária, petrolífera e instrumentos hospitalares, odontológicos e cirúrgicas, além de laboratórios. É o material mais usado no mercado em geral.


“Já o ferrítico conta também com a resistência à corrosão, só que em menor escala, o que deixa o aço mais barato. Essa diferença se dá pela falta do níquel. Em comparação a tenacidade, conformabilidade e soldabilidade, esse tipo também é limitado”, conta Douglas Brito, gerente comercial da empresa.


Segundo a Projinox, os ferríticos são usados amplamente na produção de eletrodomésticos, moedas e talheres, revestimentos e corrimãos na construção civil. “Por fim, temos os martensíticos, um aço mais magnético e com maior dureza e resistência mecânica. São pouco soldáveis. Mais utilizado em cutelaria, discos de freios e lâminas”.


Reciclagem do inox



O aço inoxidável é totalmente reciclável, possibilitando seu uso em novas aplicações, sem a necessidade de buscar matéria-prima. Dessa forma, o meio ambiente é preservado.


Características do aço inox


Algumas vantagens do aço inox com relação a outros materiais:


• Alta resistência à corrosão;
• Facilidade de limpeza;
• Baixa rugosidade superficial;
• Aparência higiênica;
• Resistência a altas temperaturas;
• Resistência a temperaturas criogênicas (abaixo de 0 °C);
• Resistência às variações bruscas de temperatura;
• Acabamentos superficiais e formas variadas;
• Forte apelo visual (modernidade, leveza e prestígio);
• Relação custo/benefício favorável;
• Baixo custo de manutenção;
• Material reciclável.


Orientação profissional sobre o aço inox é de extrema importância

 



É sempre importante buscar orientação profissional para projetos com aço inoxidável visto suas diferentes aplicações.


A Projinox está presente no mercado há 20 anos e conta com uma tecnologia de ponta na produção de seus artefatos, como dobradeira de tubo, máquina de corte a laser com fibra óptica e CO2, além de engenheiros, projetistas e contatos comerciais técnicos para atendimento personalizado dentro das necessidades apresentadas por cada cliente.


Sobre a Projinox

 



A Projinox, com 20 anos de experiência, é fabricante especializado em produtos em aço inoxidável, contando com maquinário de ponta que permitem cortes refinados e dobras precisas, resultando em um acabamento final primoroso.


A empresa ainda dispõe de engenheiros para auxiliar na criação do projeto e equipe técnica para instalação que respeita as normas ABNT.












Website: http://projinoxindustria.com.br

Copyright © 2020 - Todos os direitos reservados para o Grupo Estado.

As notícias e cotações deste site possuem delay de 15 minutos.
Termos de uso
Inscreva-se!
Receba no seu email newsletters e informações sobre nossos produtos