Releases
07/03/2018 11:46

Espetáculo teatral "Que Venha a Primavera - Páginas Tchekhovianas" faz curta temporada no CCBB


Belo Horizonte--(DINO - 07 mar, 2018) - Na montagem teatral "Que Venha a Primavera", o diretor, ator e dramaturgo Hélio Zolini, além de apresentar de maneira contundente o conto "A Corista", de Anton Tchekhov, recheia o espetáculo com cenas impactantes de fragmentos de outras obras do autor russo. Assinando a direção e adaptação do espetáculo, Helio Zolini traz ao palco mineiro uma tragédia moderna e contemporânea de textos escritos no século XIX. Composto por fragmentos apresentados de maneira curiosa, o espetáculo mostra um homem e duas mulheres (o ator: Mário César Camargo e as atrizes Raquel Albergaria e Juliana Martins) enredados num conflito em torno do qual a falta de saída corresponde ao horizonte constitutivo das solitárias criaturas Tchekhovianas, mergulhadas em contradições e motivações que se revelam sempre falíveis e insolúveis. O conto "A Corista" é mais uma das pequenas obras-primas que povoam a obra de Tchekhov. Três personagens delineadas de forma a revelar os aspectos contraditórios da existência humana, são dramaticamente reunidas numa situação inescapavelmente tensa, em que a mulher traída entra no apartamento da amante do marido. Neste espaço, se desenrola um jogo surpreendente e arrebatador entre estas mulheres que transcende os limites da farsa burguesa. Mais do que enredados numa trama dramática aparentemente trivial, um homem e duas mulheres são confrontados com sentimentos de frustração e impotência diante da vida. Submersos em seus silêncios, estas três pessoas imensamente solitárias são atravessadas pela singularidade da existência humana, enquanto, lá fora, as ruas estão em chamas.O espetáculo "Que venha a Primavera" pretende interpelar as forças sociais e culturais da sociedade contemporânea no que dizem respeito tanto à dimensão conflitiva e contraditória da representação da figura feminina, quanto das relações de poder do mundo social de modo a contornar a escalada de violência nas relações humanas na vida privada e pública. Para o premiado e respeitado diretor mineiro Hélio Zolini, o resultado estético pretendido é a condução do drama traçado no conto literário a uma condensada tragédia contemporânea. Sem perder de vista os silêncios, a vida prosaica de todos os dias, que em Tchekhov, longe da monotonia e banalidade sugeridas, se deixam, sobretudo, atravessar por sentimentos recônditos; o espetáculo pretende desvelar a vida subterrânea, profundamente íntima, de personagens que persistem em silenciar suas dores diante da vida. Serviço:Espetáculo: Que Venha a Primavera - Páginas TchekhovianasLocal: Teatro II - CCBB-BH (Praça da Liberdade, Belo Horizonte/MG)Estreia: 23 de março, às 19hEm cartaz: sexta a domingo - de 23/03 a 16/04, às 19hDireção e adaptação: Helio ZoliniElenco: Juliana Martins, Mario César Camargo e Raquel AlbergariaPreparação de elenco: Fábio FurtadoCoreografia: Tina PeixotoIluminação: Leonardo PavanelloCenário: Eri GomesFigurino: Wanda SgarbiTrilha Original: Caio GraccoFotografia: Dila PucciniProdução Executiva: Ana Luisa Freire (Pop Produções) e Dila Puccini (Patuá Cultural)Informações: (31) 3431-9400

Copyright © 2019 - Todos os direitos reservados para o Grupo Estado.

As notícias e cotações deste site possuem delay de 15 minutos.
Termos de uso
Inscreva-se!
Receba no seu email newsletters e informações sobre nossos produtos