Releases
30/09/2019 18:40

A resiliência das classificações de crédito da Arábia Saudita destacam os pontos fortes intrínsecos do Reino


A resiliência das classificações de crédito da Arábia Saudita destacam os pontos fortes intrínsecos do Reino

PR Newswire


RIYADH, Arábia Saudita, 30 setembro de 2019 /PRNewswire/ -- No decorrer da semana passada, grandes agências de classificação publicaram informes de crédito atualizados sobre a Arábia Saudita, em resposta aos ataques de 14 de setembro, destacando a ampla resiliência do Reino. Isso não é apenas reflexo das forças econômicas e fiscais do país. O mais importante é a demonstração de sua capacidade institucional de oferecer resposta imediata e eficaz a um ataque externo. A Moody's não alterou a classificação, enquanto a Fitch rebaixou a classificação do Reino para A, com perspectiva estável.


A comunidade internacional respondeu positivamente à resiliência e confiabilidade demonstradas pela Saudi Aramco e pelo Reino, ao garantir que não houve interrupções no fornecimento global de petróleo, o que reforça a excelência operacional de alto nível e as habilidades de gestão de crise da empresa.


O suprimento de petróleo da Arábia Saudita está totalmente reabilitado, depois que os ataques reduziram pela metade a produção, e o Reino atingiu 11,3 milhões de barris por dia (bpd) de capacidade e atingirá 12 milhões até o final de novembro. O fornecimento de petróleo deve se recuperar para 9,89 milhões de bpd, em outubro, e a Arábia Saudita, o maior exportador de petróleo do mundo, cumprirá todos os compromissos com clientes neste mês.


Considerando tudo isso, o Ministério das Finanças está decepcionado porque a Fitch tomou a decisão rápida de rebaixar o Reino. Por outro lado, o evento destaca a notável capacidade da Arábia Saudita de lidar efetivamente com as adversidades, o compromisso de manter a estabilidade nos mercados globais de petróleo e o status do Reino como importante aliado internacional. Como tal, o rebaixamento da classificação parece um tanto especulativo, sem referência direta à resposta rápida, decisiva e eficaz ao acontecido.


Desde o evento, o Reino demonstrou contenção e consideração cuidadosa em sua resposta, o que deve funcionar como garantia para a comunidade internacional. Qualquer aumento de imprevisibilidade é ação direta dos atores agressivos da região e não são ações do Reino.


Atualmente, o déficit orçamentário está dentro dos parâmetros definidos para o orçamento de 2019. Embora nos comprometamos a aumentar o investimento focado nas principais áreas da Visão 2030, também estamos melhorando a eficiência e eficácia desses gastos. Também temos uma das reservas mais fortes do mundo, e os ativos financeiros do país ultrapassam significativamente seus passivos.


Ao comentar a classificação, o Ministro das Finanças declarou: "Não acreditamos que as ações do país e da empresa em resposta ao evento tenham impacto significativo sobre os fatores de risco mencionados no relatório. De fato, a resposta e a resiliência da empresa e dos mercados ilustram a natureza confiável do suprimento de petróleo para os mercados globais do Reino. Acreditamos que, se as coisas continuarem assim, a Agência verá como oportuno reavaliar sua decisão à luz da estabilidade contínua no fornecimento aos mercados e das reações e ações dos participantes e comentaristas do mercado".


 


FONTE The Ministry of Finance Saudi Arabia

Copyright © 2020 - Todos os direitos reservados para o Grupo Estado.

As notícias e cotações deste site possuem delay de 15 minutos.
Termos de uso
Inscreva-se!
Receba no seu email newsletters e informações sobre nossos produtos