Releases
16/08/2021 14:03

Instrumentos musicais são mais procurados durante a pandemia


São Paulo, SP--(DINO - 16 ago, 2021) - Com pandemia da Covid-19, as pessoas se isolaram em casa para que o vírus não se propagasse ainda mais. A prática de algumas atividades para distração cresceu consideravelmente, dentre elas a busca por aprender a tocar um instrumento musical.

Segundo dados divulgados pela Associação Nacional da Indústria da Música (Anafima), o mercado de instrumentos musicais passou ileso durante a pandemia que ainda se prolonga. A ocupação do tempo dos brasileiros dedicando-se a alguma atividade musical registrou uma alta de 15% em todo o período.

A interação com instrumentos musicais nunca foi tão forte durante a pandemia. Prova disso é que a Casio Computer trouxe ao Brasil neste período de isolamento o teclado CT-S1. O produto é uma forma de explorar novas formas de aprender a tocar música, com bastante versatilidade durante o seu uso. O instrumento possui uma tecnologia de conectividade com wireless, que possibilita a pessoa a tocar em qualquer ambiente da casa, durante a aula online, sem atrapalhar os demais moradores.

'Neste momento nos vimos obrigados a praticar muitas atividades a distância. E tocar um instrumento musical, passou a fazer parte do cotidiano de muitos brasileiros que ficaram em casa e precisaram distrair a mente. Com este lançamento foi possível reinventar a forma de tocar música, utilizando o mix criativo com toda a tecnologia envolvida que o produto oferece', afirma Samuel Cimirro, diretor executivo da Casio Brasil.

Estudos comprovam que a música é uma terapia. Nesta fase tão delicada e conturbada, trazer inovação e criação de novos conceitos, pensando sempre em atender diversos usuários dentro de cada estilo de vida, faz muito bem para as pessoas que precisam de distrair a mente.


Website: https://www.casio-intl.com/asia/en/emi/

Copyright © 2022 - Todos os direitos reservados para o Grupo Estado.

As notícias e cotações deste site possuem delay de 15 minutos.
Termos de uso
Siga nossas redes: